sicnot

Perfil

Economia

Portugal colocou Bilhetes de Tesouro a 6 e a 12 meses a juros mais baixos

Portugal colocou hoje 1.250 milhões de euros em Bilhetes de Tesouro (BT) a seis e a 12 meses às taxas de juro de 0,047% e 0,094%, respetivamente, inferiores às registadas nos anteriores leilões comparáveis, foi anunciado. 

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Mal Langsdon / Reuters

Segundo a página da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) na agência Bloomberg, em BT a seis meses foram colocados 300 milhões de euros a uma taxa média de 0,047%, abaixo da do anterior leilão comparável, de 0,108%, em janeiro. A procura foi 2,78 vezes superior ao montante colocado, já que atingiu 835 milhões de euros. 


Em BT a 12 meses foram colocados 950 milhões de euros a uma taxa de juro média de 0,094%, também inferior à de 0,138% praticada no anterior leilão comparável em fevereiro. Em relação à procura de BT a 12 meses, esta cifrou-se em 1.893 milhões de euros, 1,99 vezes superior ao montante colocado. 


O IGCP tinha anunciado a realização de dois leilões de BT, um com vencimento em setembro deste ano e outro com maturidade em março de 2016, tendo como objetivo arrecadar entre 1.000 e 1.250 milhões de euros.


A última emissão de BT a seis meses realizou-se a 21 de janeiro, tendo sido colocados 300 milhões de euros a uma taxa de juro de 0,108%. 


Já a emissão mais recente de BT a 11 meses ocorreu a 18 de fevereiro, quando foram colocados 1.000 milhões de euros a uma taxa de juro de 0,138%.




  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.