sicnot

Perfil

Economia

Reserva Federal ainda não decidiu quando sobe juros, diz Janet Yellen

O banco central norte-americano ainda não decidiu quando subirá as taxas de juro, apesar de ter deixado de dizer que mostra "paciência" antes de tomar essa decisão, declarou esta quarta-feira a presidente da Reserva Federal (Fed), Janet Yellen.

"A modificação da nossa mensagem de orientação não deve ser interpretada como sendo factual que decidimos o calendário de subida", afirmou Yellen, numa conferência de imprensa em Washington.

"A modificação da nossa mensagem de orientação não deve ser interpretada como sendo factual que decidimos o calendário de subida", afirmou Yellen, numa conferência de imprensa em Washington.

© Joshua Roberts / Reuters

"A modificação da nossa mensagem de orientação não deve ser interpretada como sendo factual que decidimos o calendário de subida", afirmou Yellen, numa conferência de imprensa em Washington.

Apesar de "considerarmos que é improvável que as condições económicas reclamem um aumento das taxas na reunião de abril, esse aumento pode ser necessário numa das reuniões seguintes, conforme a evolução da economia", precisou.

O comité de política monetária da Fed reúne-se a 28 e 29 de abril e depois a 16 e 17 de junho.

Hoje, a Fed manteve a sua taxa diretora inalterada e indicou que considera "improvável" um aumento na reunião de abril.

"O simples facto de termos retirado a palavra "paciência" do comunicado não significa que vamos ser impacientes", disse Yellen, sem excluir um aumento dos juros nas próximas reuniões.

"Não podemos dar certezas porque a evolução da economia é incerta", acrescentou.

O calendário da Fed vai depender das informações que receba sobre a economia norte-americana e, em particular, sobre a taxa de desemprego e de inflação.

No comunicado divulgado após os dois dias de reunião do comité de política monetária, o banco central dos Estados Unidos assinala que o crescimento económico abrandou um pouco.
Lusa
  • Vem lá chuva

    País

    A chuva vai voltar a Portugal continental a partir de quarta-feira e pelo menos até domingo, enquanto as temperaturas mínimas deverão subir.

  • "O Sporting é o um barco à deriva"
    2:26
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    A crise do Sporting foi o principal tema em O Dia Seguinte, esta segunda-feira. José Guilherme Aguiar censura Bruno de Carvalho por ter convidado Jorge Jesus para a comissão de honra da recandidatura. Já Rogério Alves não tem dúvidas que a contestação tem aumentado de tom devido à proximidade das eleições do Sporting. Rui Gomes da Silva pensa que toda a direção leonina é responsável pelo mau momento atual do clube.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Violação emitida em direto no Facebook

    Mundo

    Três homens foram detidos na Suécia, por suspeitas de violação de uma mulher, num apartamento a 70 quilómetros da capital. Os suspeitos filmaram o ato de violência e exibiram-no em direto no Facebook.

  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.