sicnot

Perfil

Economia

Reserva Federal considera improvável subida dos juros em abril

A Reserva Federal (Fed), banco central norte-americano, afirmou esta quarta-feira que é "improvável" que decida uma subida das taxas de juro na sua próxima reunião, em abril.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Aly Song / Reuters

No comunicado divulgado hoje, após uma reunião de dois dias, o banco central dos EUA deixou, no entanto, de dizer que "pode ser paciente" antes de uma normalização da política monetária como fez nas últimas reuniões, o que tem sido interpretado como mais um passo para uma futura subida das taxas de juro.

A Fed manteve as taxas de juro próximas de zero (entre 0% e 0,25%), um nível que se mantém desde a crise financeira de 2008, para continuar a apoiar a recuperação económica.

No comunicado, aprovado por unanimidade, a Fed indica que não considera "apropriado" aumentar os juros enquanto não vir sinais de melhoria no mercado laboral e não tiver confiança numa aproximação da inflação do objetivo de 2%.

Quanto às previsões de crescimento, o banco central refere agora que o aumento do Produto Interno Bruto deverá ficar entre 2,3% e 2,7% no final do ano, uma revisão em baixa em relação ao intervalo entre 2,6% e 3% avançado nas previsões divulgadas em dezembro passado.

Os preços no consumidor devem ter um aumento entre 0,6% e 0,8% este ano, abaixo do cenário entre 1% e 1,6% avançado anteriormente.

Sobre a taxa de desemprego, a Fed mostra-se mais otimista e prevê que fique em 2015 entre 5% e 5,2% quando há três meses previra que ficasse entre 5,2% e 5,3%.
Lusa
  • " A melhoria das contas públicas não foi feita à custa dos portugueses"
    1:30

    País

    Numa espécie de balaço deste ano e meio de governação, o primeiro-ministro voltou a assinalar voltou a assinalar a redução do défice e as melhorias nas contas públicas. Num jantar com militantes em Coimbra, António Costa garantiu ainda que a "verdadeira reforça do Estado avança até ao final desta legislatura, que é a Descentralização.

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • Norte também quer naturismo e praias de nudistas

    País

    O presidente da Turismo do Porto e Norte de Portugal defendeu hoje a criação de praias naturistas legalizadas na região, fazendo a apologia da formação de associações e negando que este seja um destino conservador.