sicnot

Perfil

Economia

Vai ser possível enviar dinheiro via Facebook Messenger

O Facebook anunciou ontem o lançamento de um novo sistema que permitirá fazer transferências financeiras através do Messenger, sem qualquer custo adicional. Por enquanto, o sistema só será aceite com cartões de débito de bancos norte-americanos. 

Reuters

A empresa explica que o dinheiro é enviado diretamente entre as contas dos utilizadores, mas pode demorar de um a três dias para que o montante apareça na conta corrente.

Na aplicação aparecerá o sinal "$" sobre o teclado, que acionará um "interface" de pagamentos. Digita-se a quantia a ser enviada e prime-se o botão de confirmação para enviar o valor.

"Usamos sistemas seguros que criptografam a ligação entre o utilizador e o Facebook, bem como as suas informações de cartão de crédito, quando você nos pede para armazená-las", explica o post que anuncia o serviço, reforçando a preocupação da empresa com a segurança da plataforma.

O Facebook garante que os sistemas da plataforma de pagamento são seguros. Uma equipa de especialistas antifraude monitoriza a plataforma em busca de negociações suspeitas, para manter as contas seguras.

  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.