sicnot

Perfil

Economia

Vai ser possível enviar dinheiro via Facebook Messenger

O Facebook anunciou ontem o lançamento de um novo sistema que permitirá fazer transferências financeiras através do Messenger, sem qualquer custo adicional. Por enquanto, o sistema só será aceite com cartões de débito de bancos norte-americanos. 

Reuters

A empresa explica que o dinheiro é enviado diretamente entre as contas dos utilizadores, mas pode demorar de um a três dias para que o montante apareça na conta corrente.

Na aplicação aparecerá o sinal "$" sobre o teclado, que acionará um "interface" de pagamentos. Digita-se a quantia a ser enviada e prime-se o botão de confirmação para enviar o valor.

"Usamos sistemas seguros que criptografam a ligação entre o utilizador e o Facebook, bem como as suas informações de cartão de crédito, quando você nos pede para armazená-las", explica o post que anuncia o serviço, reforçando a preocupação da empresa com a segurança da plataforma.

O Facebook garante que os sistemas da plataforma de pagamento são seguros. Uma equipa de especialistas antifraude monitoriza a plataforma em busca de negociações suspeitas, para manter as contas seguras.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51