sicnot

Perfil

Economia

Vai ser possível enviar dinheiro via Facebook Messenger

O Facebook anunciou ontem o lançamento de um novo sistema que permitirá fazer transferências financeiras através do Messenger, sem qualquer custo adicional. Por enquanto, o sistema só será aceite com cartões de débito de bancos norte-americanos. 

Reuters

A empresa explica que o dinheiro é enviado diretamente entre as contas dos utilizadores, mas pode demorar de um a três dias para que o montante apareça na conta corrente.

Na aplicação aparecerá o sinal "$" sobre o teclado, que acionará um "interface" de pagamentos. Digita-se a quantia a ser enviada e prime-se o botão de confirmação para enviar o valor.

"Usamos sistemas seguros que criptografam a ligação entre o utilizador e o Facebook, bem como as suas informações de cartão de crédito, quando você nos pede para armazená-las", explica o post que anuncia o serviço, reforçando a preocupação da empresa com a segurança da plataforma.

O Facebook garante que os sistemas da plataforma de pagamento são seguros. Uma equipa de especialistas antifraude monitoriza a plataforma em busca de negociações suspeitas, para manter as contas seguras.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.

  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.