sicnot

Perfil

Economia

Tsipras reúne-se hoje com Merkel e Hollande

O primeiro-ministro da Grécia vai reunir-se hoje à noite em Bruxelas, após a cimeira europeia, com vários responsáveis europeus e com os líderes da Alemanha e de França para discutir a situação do país. 

© Alkis Konstantinidis / Reuter

A minicimeira, à margem da reunião do Conselho Europeu, partiu de um pedido do próprio primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, ao presidente do Conselho, Donald Tusk e foi confirmada oficialmente na quarta-feira. 


O encontro reunirá Tsipras com a chanceler alemã, o Presidente de França, François Hollande, o presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, e o presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem. 


Apesar de a reunião de dois dias do Conselho Europeu ter na agenda oficial a união energética, as perspetivas económicas e as relações externas, sobretudo o conflito no leste da Ucrânia, a situação da Grécia deverá dominar as atenções perante o aumento das dificuldades financeiras de Atenas e mesmo a sombra de uma saída do euro.


Informações indicam que não estão a correr bem as negociações técnicas com os credores, com Atenas a dizer que estão a ser feitas exigências que não respeitam o acordo alcançado no Eurogrupo.


O acordo alcançado no Eurogrupo em 20 de fevereiro, que permitiu estender o programa de resgate da Grécia por quatro meses, até final de junho, estipula que Atenas apresente e apique reformas com vista ao desembolso da última parcela do empréstimo, que ascende a 7.000 milhões de euros.  


A Grécia enfrenta também cada vez mais graves problemas de liquidez, tendo de fazer face a vários pagamentos.


Na sexta-feira, a Grécia tem de pagar 350 milhões de euros ao Fundo Monetário Internacional (FMI) e outros 460 milhões de euros a 13 de abril. Ainda esta sexta-feira, vencem 1.600 milhões de euros de bilhetes do Tesouro, que serão substituídas por uma nova emissão destes títulos a três meses. 

Lusa
  • Papa no Chile em ambiente de contestação à Igreja Católica
    3:13

    Mundo

    O Papa pediu hoje perdão pelos crimes de pedofilia cometidos por membros da Igreja Católica no Chile, referindo que sentiu "dor e vergonha" diante do "dano irreparável" causado às crianças vítimas de abuso sexual. Francisco está a cumprir uma deslocação de três dias ao Chile, onde a contestação à visita e à Igreja se faz sentir. O Papa enfrenta um ambiente hostil na sexta viagem à América Latina, devido à denúncia de abusos sexuais na Igreja.

  • Reviravolta na Operação Fizz
    1:09

    País

    O juiz que vai julgar o chamado processo da Operação Fizz decidiu aceitar as denúncias de Orlando Figueira contra o presidente do Banco Atlântico e o advogado Daniel Proença de Carvalho. As acusações do principal arguido contra o banqueiro Carlos Silva e o advogado Proença de Carvalho podem trazer uma reviravolta ao processo.

  • Apoio psicológico fundamental em Vila Nova da Rainha
    2:19
  • Projeto Bairros Sem Cárie levou 300 pessoas do Seixal ao dentista
    3:08

    País

    Portugal tem dos piores indicadores de saúde oral da Europa e ir ao dentista é quase um luxo. Num país assim ganham ainda mais relevância iniciativas como o projeto Bairros Sem Cárie. 300 pessoas de bairros sociais do Seixal tiveram uma consulta de estomatologia gratuita.

  • Homem rompe a garganta ao tentar impedir espirro

    Mundo

    Impedir um espirro apertando o nariz pode causar sérias lesões. Foi o que aconteceu a um homem na Grã-Bretanha que teve de ser hospitalizado porque sofreu uma rutura na garganta ao apertar boca e nariz ao espirrar.