sicnot

Perfil

Economia

Conselho Europeu termina hoje com debate sobre situação económica

Os líderes europeus discutem hoje em Bruxelas a situação económica da União Europeia e a crise na Líbia, no segundo e último dia do Conselho Europeu.

(Lusa/ Arquivo)

(Lusa/ Arquivo)

Lusa

Na quinta-feira, os chefes de Estado e de Governo comprometeram-se em construir a União Energética e na manutenção das sanções económicas à Rússia até à completa implementação dos acordos de paz na Ucrânia, mas foi a situação da Grécia que dominou as atenções com uma minicimeira que entrou pela madrugada dentro, entre o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, e alguns dos líderes europeus, e que terminou com a Grécia a comprometer-se a apresentar reformas específicas.

Já hoje, o Conselho Europeu discutirá a situação económica da União Europeia, as reformas estruturais que os Estados-membros devem executar e também o Acordo Transatlântico de Comércio Livre (TTIP na sigla em inglês) que está a ser negociado com os Estados Unidos.

O presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, estará presente no encontro.

A crise na Líbia também será abordada pelos líderes europeus, tendo em conta que o empenho da UE em encontrar uma solução política que permita estabilizar aquele país, assim como a situação da Tunísia, após o ataque terrorista a um museu em Tunes.

Portugal está representado nesta cimeira pelo primeiro-ministro, Passos Coelho.


Lusa
  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55
  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47