sicnot

Perfil

Economia

Ferreira de Oliveira e Luís Palha da Silva deixam administração da Galp Energia

O presidente executivo da Galp Energia, Manuel Ferreira de Oliveira, e o seu vice-presidente, Luís Palha da Silva, vão abandonar os cargos, anunciou hoje a petrolífera.

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

REUTERS

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Galp Energia adianta que "Manuel Ferreira de Oliveira, vice-presidente do Conselho de Administração e presidente da comissão executiva" e "Luís Palha da Silva, vice-presidente do Conselho de Administração e da comissão executiva (...) informaram o Conselho de Administração" de que "não pretendiam integrar as listas para qualquer órgão social" da petrolífera na próxima assembleia-geral da empresa, que é eletiva, convocada para 16 de abril.

Ferreira De Oliveira "colaborou com a sociedade ao longo de cerca de 14 anos, primeiro como presidente executivo da Petrogal, tendo, numa segunda fase, sido eleito para liderar a comissão executiva da Galp Energia há cerca de nove anos", lembra a Galp Energia, adiantando que "o longo período de colaboração e as transformações operadas" no grupo petrolífero "sob a sua liderança são merecedores de uma pública manifestação de apreço e reconhecimento pela empresa".

Já Palha da Silva exerceu funções como administrador executivo no último mandato "de forma competente e dedicada, o que merece o agradecimento da empresa", acrescenta.

O Conselho de Administração da Galp Energia deseja a "continuação do sucesso profissional" de Manuel Ferreira de Oliveira e de Palha da Silva "em novas funções que, num outro contexto, venham a desempenhar", conclui a Galp no comunicado.


  • Salah Abdeslam deixa cadeira vazia na leitura da sua sentença
    2:05

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo: um tiroteio em março de 2016, em Bruxelas. Tanto Salah Abdeslam como o cúmplice não quiseram estar na leitura da sentença. O julgamento de Salah Abdeslam pelos ataques de Paris só deverá acontecer no próximo ano, em França.

  • Beyoncé e a irmã caem no Coachella e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.