sicnot

Perfil

Economia

Estado pagou à 'troika' juros de mais de 280 milhões até fevereiro

O Estado pagou à 'troika' 287,3 milhões de euros em juros até fevereiro relativos ao empréstimo no âmbito do resgate internacional, segundo números oficiais hoje divulgados pela Direção-Geral do Orçamento (DGO).

De acordo com a DGO, Portugal pagou 287,3 milhões de euros em juros aos credores internacionais (Comissão Europeia, Fundo Monetário Internacional e Banco Central Europeu), o que representa um aumento homólogo de 34,1%, uma vez que no mesmo período de 2014 o Estado desembolsou 214,3 milhões de euros em juros.

Considerando toda a dívida direta do Estado, a despesa com juros e encargos aumentou 50,5% nos dois primeiros meses de 2015 e em termos homólogos, atingindo os 1.066,7 milhões de euros no final de fevereiro.

A DGO justifica esta variação com o facto de "grande parte das emissões de Obrigações do Tesouro realizadas nos últimos 12 meses dar lugar ao pagamento de juros em fevereiro", bem como com "o aumento de juros pagos ao FMI, decorrente do aumento do prémio que entrou em vigor em maio de 2014, da depreciação do euro e do pagamento de juros associados aos desembolsos recebidos em fevereiro e abril de 2014".










Lusa
  • Turistas chegam a esperar 2 horas no controlo de passaporte do Aeroporto de Lisboa
    2:35

    País

    Chegar ao Aeroporto de Lisboa pode ser uma dor de cabeça para centenas de passageiros. A espera para o controlo de passaporte chegou a ultrapassar as duas horas nos meses de fevereiro e março. Manuela Niza, do Sindicato dos Funcionários do Serviços de Estrangeiros e Fronteiras, diz que têm sido contratados inspetores que depois são desviados para outros serviços.

  • Hasta pública de madeira ardida rendeu 2,85 milhões de euros

    País

    Mais de meia centena de lotes de madeira ardida proveniente de matas nacionais e perímetros florestais geridos pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) foram esta quinta-feira vendidos por 2,85 milhões de euros, numa hasta pública em Viseu.

  • "Dinheiro gasto em contentores dava para construir outro hospital" no Porto
    1:40

    País

    A bastonária dos Enfermeiros pede uma investigação aos contratos de contentores no Hospital de São João, no Porto. Ana Rita Cavaco diz que os "milhares de euros" já gastos na contratação e manutenção dos contentores da Pediatria e outros serviços do centro Hospitalar de São João davam para construir um novo hospital. E levanta ainda a suspeita sobre a empresa contratada.