sicnot

Perfil

Economia

Juros da dívida de Portugal a subir em todos os prazos

Os juros da dívida portuguesa estavam hoje a subir em todos os prazos em relação a segunda-feira. 

(AP/ Arquivo)

(AP/ Arquivo)

Francisco Seco/AP

Hoje, cerca das 08:35 em Lisboa, os juros da dívida portuguesa a dez anos estavam a subir para 1,785%, contra 1,747% na segunda-feira e o mínimo de sempre, de 1,560%, a 13 de março passado.      

Os juros a cinco anos também estavam a subir, para 1,018%, contra 0,988% na segunda-feira e o mínimo de sempre de 0,823% a 12 de março.

No mesmo sentido, os juros a dois anos estavam a avançar para 0,138%, contra 0,135% na segunda-feira e o mínimo histórico de 0,135%. 

A 09 de março passado, o Banco Central Europeu (BCE) arrancou com um programa sem precedentes de compra de dívidas soberanas e privadas, que vai permitir injetar 60 mil milhões de euros por mês, até, pelo menos, setembro de 2016, na economia da zona euro na esperança de a redinamizar.        

Os efeitos do programa fizeram sentir-se por antecipação há várias semanas nas taxas de juro das dívidas soberanas, que evoluem em sentido inverso ao da procura e têm renovado mínimos diariamente. Algumas das taxas tornaram-se negativas nos prazos mais curtos, ou seja, os investidores estão dispostos a pagar para deter estes títulos considerados muito seguros.   

A 17 de maio de 2014, Portugal abandonou oficialmente o resgate sem qualquer programa cautelar.

O programa de ajustamento solicitado por Portugal à 'troika' (Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional), no valor de 78 mil milhões de euros, esteve em vigor durante cerca de três anos.

Os juros da dívida soberana da Irlanda estavam a desceer a cinco e dez anos, enquanto os de Itália e de Espanha estavam a subir em todos os prazos. 

Em relação aos juros da Grécia, estes estavam a descer a cinco e dez anos, para valores em torno dos 16,5% e de 11,4%, respetivamente.


Juros da dívida soberana em Portugal, Grécia, Irlanda, Itália e Espanha cerca das 8:35:


           2 anos... 5 anos... 10 anos 
 

Portugal 


24/03..... 0,138......1,018....1,785

23/03..... 0,135......0,988....1,747

Grécia 


24/03..... n disp....16,532...11,481

23/03..... n disp....16,557...11,493


Irlanda


24/03......n disp......0,254....0,800

23/03......n disp......0,256....0,805


Itália



24/03......0,287......0,630....1,324

23/03......0,270......0,602....1,295



Espanha


24/03......0,127......0,608....1,295

23/03......0,113......0,582....1,257


Fonte: Bloomberg Valores de 'bid' (juros exigidos pelos investidores para comprarem dívida) que compara com fecho da última sessão.


Lusa/Fim

  • Cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se em Lisboa
    3:55

    Economia

    Perto de cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se esta sexta-feira, em Lisboa. Os números são avançados pelos sindicatos. Os trabalhadores contestam a transferência de funcionários para empresas parceiras da Altice e outras empresas do grupo, sem as mesmas garantias e direitos. A Altice garante que as transferências são legais mas alguns funcionários já levaram o caso a tribunal.

  • Uma viagem aérea pela Lagoa Negra
    1:02
  • Videovigilância regista impacto de sismo na Grécia

    Mundo

    Um sismo de magnitude 6.7 atingiu na quinta-feira o mar Egeu e causou pelo menos dois mortos e mais de 200 feridos. O momento e o impacto causado pelo abalo foram registados através de uma câmara de videovigilância de um café, na ilha grega de Kos, um dos locais mais afetados.

  • A sátira a Sean Spicer no Saturday Night Live
    1:36

    Mundo

    O estilo de Sean Spicer foi controverso desde o início. A relação conflituosa do ex-assessor da Casa Branca com os jornalistas foi muitas vezes satirizada na comunicação social. Um exemplo é um momento do Saturday Night Live, protagonizado pela atriz Meliissa McCarthy.

  • Músico indiano toca guitarra durante cirurgia ao cérebro

    Mundo

    Abhishek Prasad foi submetido a uma cirurgia ao cérebro esta quinta-feira, num hospital na cidade indiana de Bangalore, após anos e anos a sofrer de dolorosos espasmos nas mãos. O insólito do caso foi que o músico indiano teve de tocar guitarra para ajudar os médicos durante a intervenção cirúrgica.