sicnot

Perfil

Economia

TAP com prejuízo de 46 milhões em 2014

A TAP fechou 2014 com prejuízos de 46 milhões de euros, após cinco anos consecutivos com lucros. A companhia aérea justifica os resultados com os problemas operacionais e as greves do segundo semestre. 

© Paulo Whitaker / Reuters

Segundo a companhia aérea, a entrada tardia em operação dos novos aviões, 22 dias de greve, anunciadas ou efetuadas, no segundo semestre, e o registo de algumas ocorrências operacionais, tiveram um impacto 108 milhões de euros.

"Sabíamos que íamos ter um ano difícil e foi o que aconteceu. Infelizmente os resultados não foram bons", afirmou o presidente da TAP, Fernando Pinto, em conferência de imprensa. 

De acordo com a transportadora, "a situação de alguns mercados teve também uma influência negativa, em especial o Brasil - devido a fatores internos e à realização do campeonato mundial de futebol, período durante o qual houve uma quebra da tarifa média, devido a mudanças das características do tráfego e a excesso de oferta". 

Também os voos para África registaram uma quebra na tendência de crescimento, com origem em fatores como o vírus Ébola, além da instabilidade social vivida em alguns países. A tudo isto, acresce ainda o saldo negativo da evolução cambial. 

Apesar dos prejuízos, a TAP aumentou em 6,6% o volume de passageiros transportados, chegando ao número recorde de 11,4 milhões, mais 711 mil passageiros do que em 2013, com destaque para o crescimento de 8% na Europa e de 10% nos Estados Unidos.

Nas receitas, a TAP alcançou os 2.489 milhões de euros, mais nove milhões de euros do que em 2013. 

Os custos de exploração registaram um aumento da ordem dos 3,4% face ao período homólogo, chegando aos 2.341 milhões, muito por força das ocorrências referidas e do aumento da operação em 5,5%. 

No último ano, a taxa de ocupação média dos aviões situou-se nos 80,6%, subindo 1,1 pontos percentuais face ao ano anterior e ficando acima dos 79,7%, número que, de acordo com a  Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA), constituiu o valor médio da indústria. 

A TAP prosseguiu o alargamento da sua rede de destinos, especialmente com a abertura de novas linhas para a Colômbia e o Panamá, e também para a Europa e no Brasil, tendo, para o efeito, introduzido seis aeronaves na sua frota.



Lusa
  • Fugiram 52 reclusos das cadeias portuguesas nos últimos 5 anos

    País

    Nos últimos 5 anos fugiram 52 reclusos das cadeias portuguesas, tendo esta madrugada ocorrido a primeira evasão de 2017, com três detidos em fuga do estabelecimento prisional de Caxias. Dados divulgados hoje pela Direção-geral de Reinserção e Serviços Prisionais após a fuga de três reclusos presos preventivamente em Caxias, Concelho de Oeiras, indicam que no ano passado ocorreram cinco operações de fuga que envolveram seis reclusos e que em 2015 fugiram dois presos das cadeias portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.

  • Mouchão da Póvoa em risco de desaparecer
    1:58

    País

    A Câmara Municipal de Vila Franca de Xira alerta para o risco de desaparecimento do Mouchão da Póvoa, uma dos três mouchões do Tejo, no concelho. Em causa está a falta de autorização, pedida à Agência Portuguesa do Ambiente, para uma intervenção de emergência nos diques.

  • Lixo, para que te quero?
    23:17
  • Tuk-tuk em protesto oferecem hoje passeios gratuitos em Lisboa

    País

    A Associação Portuguesa de Empresas de Congressos, Animação Turística e Eventos (APECATE) promove hoje a iniciativa "Cá vai Lisboa", com passeios gratuitos de tuk-tuk, para alertar a população para a "problemática" regulamentação municipal deste tipo de veículos.

  • Ricardo Robles apresentado como candidato do BE a Lisboa
    1:31

    Autárquicas 2017

    Ricardo Robles foi formalmente apresentado este sábado como candidato do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal de Lisboa. No encerramento da convenção autárquica do partido, Catarina Martins fez críticas ao Governo, dizendo que o projeto de descentralização do Executivo é perigoso e ameaça a democracia.