sicnot

Perfil

Economia

Governador do banco central grego afasta todos os cenários de saída da Zona Euro

O governador do banco central grego afastou hoje qualquer cenário de saída da Grécia da Zona Euro, acrescentando que Atenas está em vias de chegar a um acordo sobre o seu plano de intervenção. 

© Alkis Konstantinidis / Reuter

"Um Grexit (contração de Grécia e Exit, que pretende designar a hipótese de o país sair da Zona Euro) não é opção para a Grécia, não é opção para a Zona Euro. Isso não vai acontecer", insistiu esta noite Yannis Stournaras, ao fazer uma conferência na London School of Economics (LSE).

O dirigente do banco central grego acrescentou que a competitividade da economia do país tinha melhorado nos últimos cinco anos e que uma saída da Zona Euro "não traria qualquer vantagem, mas antes sofrimento". 

Disse também que o novo governo grego está "próximo de um acordo" com os parceiros europeus. Acrescentou que tal acordo permitirá evitar um terceiro pacote de assistência ao país. 

"Se a Grécia chegar rapidamente a um acordo com os seus parceiros, então os fundos de que dispomos são suficientes para garantir uma almofada até acedermos aos mercados financeiros", disse durante a conferência. 

Estas declarações ocorrem algumas horas depois de o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, se felicitar, ao início da tarde, do regresso a "um processo normal" nas negociações entre Atenas e a União Europeia sobre a assistência financeira à Grécia, o que abre, na sua perspetiva, a via a uma resolução "favorável" às duas partes. 

"Tenho de reconhecer que estava muito pessimista nas últimas semanas, porque não havia progressos, mas regressámos a um processo normal", afirmou Juncker, ao falar durante uma sessão plenária do Parlamento Europeu, em Bruxelas. 

A Grécia e os seus parceiros europeus, em particular a Alemanha, têm-se empenhado, desde a cimeira europeia de 19 e 20 março, em renovar o diálogo, após semanas de braço-de-ferro que fizeram surgir a ameaça de uma saída da Grécia da Zona Euro. 

Mas, no fundo, os credores do país, com a Alemanha à cabeça, continuam à espera de compromissos com mudanças concretas para desbloquearem uma última fatia, de 7,2 mil milhões de euros, dos 240 mil milhões que já foram aprovados desde 2010.

Lusa
  • França e Rússia criam grupo de trabalho contra o terrorismo
    1:00

    Mundo

    França e Rússia vão criar um grupo de trabalho para lutar contra o terrorismo. A proposta partiu do Presidentre francês e foi anunciada por Vladimir Putin. Na conferência de imprensa conjunta, o Presidente russo explicou que ambos falaram também da Coreia do Norte.    

  • Obrigada a vir dos EUA, de 3 em 3 semanas, para ver o filho
    2:00
  • Marcelo diz que Europa não deve contar com benevolência dos aliados 
    1:19

    País

    O Presidente da República concorda com Angela Merkel, que este domingo defendeu que a Europa já não pode confiar a 100% nos países aliados. Numa conferência sobre o futuro da Europa, Marcelo Rebelo de Sousa defendeu que a União Europeia tem de assumir responsabilidades e protagonismo e não pode contar com a iniciativa e a benevolência dos aliados.

  • Novos casos de tuberculose caíram para metade

    País

    Portugal reduziu para metade o número de novos casos de tuberculose entre 2000 e 2016, segundo um relatório hoje divulgado, que mostra que, no ano passado, a taxa de incidência da doença foi de 18 por 100 mil habitantes.

  • Julgamento de Pedro Dias só deve começar após as férias judiciais
    2:59

    País

    O Tribunal da Guarda vai juntar o homicídio de Liliane Pinto ao processo principal dos crimes de Aguiar da Beira. Pedro Dias será interrogado em julho, mas o julgamento só deve começar depois das férias judiciais. No interrogatório judicial de 10 de novembro do ano passado, Pedro Dias ficou em silêncio.

  • Angola confirma pela 1ª vez que José Eduardo dos Santos está em Espanha por motivos de saúde

    Mundo

    É a primeira vez que o governo de Luanda admite, oficialmente, que o Presidente José Eduardo dos Santos sentiu-se mal e está a receber assistência médica em Espanha. Com 74 anos, os últimos 38 como Presidente de Angola, José Eduardo dos Santos tem feito visitas regulares a Barcelona para efetuar exames médicos, mas nem uma palavra sobre as suspeitas de que o Chefe de Estado angolano teria sofrido um AVC recentemente.

  • Merkel sugere que a Europa já não pode contar com aliados como os EUA
    1:45

    Mundo

    Depois das cimeiras do G7 e da NATO,e sem nunca mencionar Donald Trump, a chanceler alemã diz que é tempo de cada país tomar conta do próprio destino. As declarações de Angela Merkel foram feitas em Munique numa ação de campanha da CDU e evidenciam incómodo em relação às posições manifestadas pelos EUA.

  • Bombeiro alvejado durante assalto em Buenos Aires
    1:07

    Mundo

    A polícia argentina está a investigar o assalto e a agressão a tiro a um bombeiro em Buenos Aires. O homem de 30 anos foi atacado por três jovens, o momento foi captado pelas câmaras de videovigilância. As imagens mostram o exato momento em que o bombeiro foi atacado pelo grupo, perto de um quiosque de alimentação automático. De acordo com as informações disponíveis, a vítima terá sido alvejada seis vezes.