sicnot

Perfil

Economia

Juros da dívida de Portugal a descer a dois anos para mínimos de sempre

Os juros da dívida portuguesa estavam hoje a cair a dois anos para mínimos de sempre e a subir a cinco e dez anos em relação a sexta-feira.       

Francisco Seco

Hoje, cerca das 08:30 em Lisboa, os juros da dívida portuguesa a dez anos estavam a subir para 1,774%, contra 1,758% na sexta-feira. O atual mínimo de sempre é 1,560% e foi registado a 13 de março.                       


Os juros a cinco anos também estavam a subir, para 1,017%, contra 0,999% na sexta-feira, enquanto o mínimo de sempre, de 0,823%, foi registado a 12 de março.


Em sentido contrário, os juros a dois anos estavam a cair para 0,084%, um mínimo de sempre, contra 0,097% na sexta-feira. 


A 09 de março passado, o Banco Central Europeu (BCE) arrancou com um programa sem precedentes de compra de dívidas soberanas e privadas, que vai permitir injetar 60 mil milhões de euros por mês, até, pelo menos, setembro de 2016, na economia da zona euro na esperança de a redinamizar.        


Os efeitos do programa fizeram sentir-se por antecipação há várias semanas nas taxas de juro das dívidas soberanas, que evoluem em sentido inverso ao da procura e têm renovado mínimos diariamente. Algumas das taxas tornaram-se negativas nos prazos mais curtos, ou seja, os investidores estão dispostos a pagar para deter estes títulos considerados muito seguros.   


A 17 de maio de 2014, Portugal abandonou oficialmente o resgate sem qualquer programa cautelar.


O programa de ajustamento solicitado por Portugal à 'troika' (Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo 
Monetário Internacional), no valor de 78 mil milhões de euros, esteve em vigor durante cerca de três anos.


Os juros da dívida soberana da Irlanda estavam a cair a cinco anos e a subir a dez anos, enquanto os de Itália estavam a cair em todos os prazos e os de Espanha estavam a subir a dois anos, estáveis a cinco anos e a cair a dez anos.  


Em relação aos juros da Grécia, estes estavam a cair a cinco anos e a subir a dez anos, para valores em torno dos 15,8% e de 11%, respetivamente.


Lusa
  • Salah Abdeslam deixa cadeira vazia na leitura da sua sentença
    2:05

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo: um tiroteio em março de 2016, em Bruxelas. Tanto Salah Abdeslam como o cúmplice não quiseram estar na leitura da sentença. O julgamento de Salah Abdeslam pelos ataques de Paris só deverá acontecer no próximo ano, em França.

  • Beyoncé e a irmã caem no Coachella e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.