sicnot

Perfil

Economia

Taxa de desemprego sobe para 14,1% em fevereiro

A taxa de desemprego em Portugal subiu para 14,1% em fevereiro de 2015, face aos 13,8% no mês anterior, revelou hoje o INE. Em termos homólogos, ou seja, comparada com fevereiro do ano passado, a taxa de desemprego caiu 0,8 pontos percentuais.

O Governo está disposto a dar um apoio financeiro igual a metade do Indexante dos Apoios Sociais (IAS), o que corresponde a 219,61 euros, durante quatro meses, aos desempregados que aceitem empregos de curta duração a mais de 100 quilómetros da sua residência. (Arquivo)

O Governo está disposto a dar um apoio financeiro igual a metade do Indexante dos Apoios Sociais (IAS), o que corresponde a 219,61 euros, durante quatro meses, aos desempregados que aceitem empregos de curta duração a mais de 100 quilómetros da sua residência. (Arquivo)

LUSA

No documento hoje divulgado, o INE reviu em alta a taxa de desemprego para janeiro, que passou de 13,3%, conforme foi divulgado no primeiro mês de 2015, para 13,8%, segundo os dados de hoje.

Em fevereiro, cerca de 719,6 mil pessoas estavam desempregadas, mais 11,7 mil (ou aumento de 1,7%) do que em janeiro, segundo a estimativa do INE.

A população empregada era de 4.399,9 mil pessoas, menos 11,1 mil pessoas (ou menos 0,3%) do que em janeiro. 

A população empregada diminuiu para os adultos, de entre 25 a 74 anos (0,3%; 12,2 mil), e para os homens (0,5%; 10,8 mil), mas manteve-se praticamente inalterada para as mulheres. Já para os jovens (15 a 24 anos) aumentou 0,4% ou 1,1 mil.

A taxa de emprego situou-se em 56,1%, tendo diminuído 0,2 pontos percentuais face ao mês anterior.

A taxa de emprego dos homens (59,6%) excedeu a das mulheres (52,9%) em 6,7 pontos percentuais, tendo a primeira caído 0,3 pontos percentuais face ao mês anterior, enquanto a segunda não se alterou.

A taxa de emprego dos adultos foi 61,7% e a dos jovens foi 22,4%, sendo que a primeira diminuiu 0,1 pontos percentuais e a segunda aumentou 0,1 pontos percentuais.

A população desempregada, estimada em 719,6 mil pessoas, aumentou 1,7% face a janeiro (11,7 mil pessoas), e para todos os grupos analisados: adultos (1,3%; 7,8 mil), homens (2,1%; 7,4 mil), mulheres (1,2%; 4,3 mil) e jovens (3,0%; 3,9 mil).

A taxa de desemprego situou-se em 14,1%, tendo aumentado 0,3 pontos percentuais, em relação ao mês anterior, para o que contribuiu o acréscimo da população desempregada e o decréscimo da população empregada.

A taxa de desemprego das mulheres (14,3%) excedeu a dos homens (13,8%) em 0,5 pontos percentuais, mais 0,2 pontos percentuais no primeiro caso e mais 0,3 pontos percentuais no segundo. 

A taxa de desemprego dos jovens situou-se em 35%, aumentando 0,5 pontos percentuais em relação a janeiro e a taxa de desemprego dos adultos situou-se em 12,4%, aumentando 0,2 pontos percentuais.

Para estas estimativas foi considerada a população dos 15 aos 74 anos e os valores foram previamente ajustados de sazonalidade.

A taxa de desemprego não ajustada de sazonalidade foi 14,5%, tendo aumentado 0,4 pontos percentuais face a janeiro e diminuído 0,8 pontos percentuais relativamente a fevereiro de 2014.




Com Lusa

  • Quando se confunde o pedal do travão com o acelerador
    0:38

    Mundo

    Na China, chegam imagens de um acidente fora do normal. Um homem parou o carro e saiu para cumprimentar um amigo. Enquanto conversavam, a viatura começou a descair lentamente. O condutor correu de imediato para o carro. Com as mãos já no volante, tentou evitar o pior mas em vez de carregar no travão, carregou no acelerador.

  • Parkinson pode ter início nos intestinos

    Mundo

    Um novo estudo científico vem revelar que a doença de Parkinson pode não estar apenas no cérebro. A doença pode ter início nos intestinos e mais tarde migrar para o cérebro.