sicnot

Perfil

Economia

Cavaco, Passos, Portas e Núncio estão na lista VIP

A Comissão Nacional de Protecção de Dados confirmou a existência de uma lista VIP no Fisco, com os nomes de Cavaco Silva, Pedro Passos Coelho, Paulo Portas e Paulo Núncio.

A informação consta de uma deliberação aprovada esta terça-feira e que vai ser enviada para o Ministério Público. (Arquivo)

A informação consta de uma deliberação aprovada esta terça-feira e que vai ser enviada para o Ministério Público. (Arquivo)

© Rafael Marchante / Reuters

A informação consta de uma deliberação, aprovada esta terça-feira e que vai ser enviada para o Ministério Público.

A Comisão de Proteção de Dados considera que a informação recolhida pode indiciar a prática de ilícitos criminais.

O organismo refere que foi, de facto, criado um mecanismo de controlo do acesso a informação, que consistia na configuração de alertas em caso de consulta ou alteração de dados de determinados contribuintes. Esse mecanismo esteve em vigor cerca de quatro meses, e dele resultou a comunicação formal de dois alertas para o serviço de auditoria, para instrução dos respetivos processos.

A Comisão de Proteção de Dados considera que este procedimento proporcionou o acesso indiscriminado a dados de contribuintes e que foram postos em causa vários direitos fundamentais dos cidadãos.

O relatório refere ainda que o universo de utilizadores que pode aceder aos dados dos contribuintes é muito amplo: 75% dos funcionários da Autoridade Tributaria têm privilégios para aceder à situação contributiva de qualquer cidadão, incluindo declarações de rendimentos. 

Há ainda mais de 2300 utilizadores externos à Autoridade Tributária, como estagiários e subcontratados, com esses mesmos privilégios. Entre esses utilizadores externos, está também um grande número de empresas privadas, como as consultoras Accenture, Novabase e Opensoft.

A Comissão de Proteção de Dados responsabiliza, por completo, a própria Autoridade Tributária, a qual acusa de várias falhas na política de segurança.

  • Lista de contribuintes VIP foi mesmo criada e implementada
    2:28

    País

    A lista de contribuintes VIP foi mesmo criada e implementada. É o que amanhã vai ser revelado pela Visão. A revista teve acesso ao relatório da Auditoria Interna da Autoridade Tributária. No documento, lê-se que a segurança informática configurou alertas para casos em que haja verificação ou alteração de dados fiscais de determinados contribuintes. O relatório chama-lhes "VIP". Mais: os alertas eram depois remetidos para a Auditoria Interna que contactaria o trabalhador das finanças identificado.

  • Passos não comenta novos dados sobre lista VIP
    2:26

    Economia

    O primeiro-ministro não quis comentar hoje os novos dados sobre a lista de contribuintes VIP. O Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos garante agora que a lista tinha apenas quatro nomes: Passos Coelho, Paulo Portas, Cavaco Silva e Paulo Núncio.

  • Paulo Núncio de "consciência tranquila"
    1:20

    Economia

    O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais diz que está de "consciência tranquila" e que vai aguardar serenamente pelo resultado do inquérito que está a ser realizado pela Inspeção Geral de Finanças. Paulo Núncio sublinha que o relatório hoje divulgada pela revista Visão, a propósito da lista de contribuintes VIP, já tinha sido referido no Parlamento pelos responsáveis da Autoridade Tributária.

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalaram-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.