sicnot

Perfil

Economia

Quotas leiteiras chegam ao fim na Europa

O regime de quotas leiteiras na Europa termina hoje, depois de trinta anos em vigor, colocando novos desafios ao setor e, no caso português, aos Açores, onde é produzido mais de 30% do leite nacional.

REUTERS

Os Açores representam 2,5% do território nacional mas produzem mais de 30% do leite do país. Metade da economia açoriana assenta na agropecuária e, dentro dela, o leite pesa mais de 70%.

O Governo Regional e os produtores de leite, através da federação que os representa, insistem na necessidade de serem aprovados em Bruxelas apoios suplementares aos Açores, pelo menos para uma fase de transição, dada a ultraperiferia e as condições específicas do arquipélago, que encarecem a produção.

No entanto, a Comissão Europeia (CE) já rejeitou essa possibilidade, por considerar que o programa para as ultraperiferias POSEI já possui mecanismos que permitem aos Açores enfrentar o fim das quotas, apoiando a diversificação e adaptação do setor ao novo mercado. O POSEI tem uma dotação para os Açores de 77 milhões de euros anuais.

O comissário europeu da Agricultura garantiu à Lusa, no domingo passado, que vai estar "altamente vigilante" para, se necessário, ajudar o setor.

Phil Hogan sublinhou que a "extrema volatilidade dos preços" está "limitada pela Organização do Mercado Comum (OMC)" e que a CE tem a possibilidade de intervir no mercado em "circunstâncias excecionais", como fez em 2014, na sequência do embargo russo aos produtos lácteos europeus.

Apesar de insistir em medidas adicionais europeias, o Governo dos Açores tem também sublinhado que, nos últimos anos, foram adotadas medidas estruturais na área da produção e transformação.

Este investimento estrutural dá "alguma segurança de que, de facto", existem nos Açores "todas as condições para poder vencer mais este desafio", disse o secretário regional da Agricultura à Lusa.

Neto Viveiros referiu que, além disso, através do Programa de Desenvolvimento Rural dos Açores até 2020 (Prorural+), a região pretende continuar esse trabalho, apoiando a modernização e reestruturação de explorações agrícolas, proporcionando formação a lavradores e promovendo a renovação geracional através do apoio jovens agricultores.

O impacto do fim das quotas leiteiras nos Açores ainda é uma incerteza, mas os produtores têm sublinhado que ainda antes do fim deste regime, as indústrias em várias ilhas já baixaram, nos últimos meses, os preços do leite que compram aos agricultores, alegando razões de mercado e o embargo russo.

A CE prevê que o final do regime das quotas não causará excedentes de produção na União Europeia, dado que esta é ditada pela procura no mercado, nem grandes oscilações nos preços ao consumidor.

Em 2015, o primeiro ano sem limitações à produção, prevê-se que as entregas de leite aumentem cerca de 1%.

O regime de quotas foi introduzido em 1984, numa época em que a produção excedia muito a procura, tendo as sucessivas reformas da política agrícola comum orientado o mercado do setor para a futura liberalização da produção.

Por outro lado, foram criados apoios aos produtores das zonas vulneráveis, onde os custos de produção são mais elevados. 

Em 2003 foi fixada a data para o final do regime -- confirmada em 2008 - para possibilitar uma adaptação pelos produtores à liberalização da produção.


Lusa
  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.

  • Presidente do Brasil formalmente acusado de corrupção

    Mundo

    O Procurador-Geral da República do Brasil apresentou na noite de segunda-feira ao Supremo Tribunal Federal uma denúncia contra o Presidente Michel Temer e o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) pelo crime de corrupção passiva.

  • Reconquista de Mossul ao Daesh pode estar para breve
    1:27
  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.