sicnot

Perfil

Economia

Último dia para trabalhadores dependentes e pensionistas entregarem IRS em papel

Os trabalhadores dependentes e os pensionistas têm até hoje para entregar, em papel, as declarações de IRS de 2014, mas se optarem pela Internet podem fazê-lo até ao final de abril, segundo informação da Autoridade Tributária (AT).

(SIC/ Arquivo)

(SIC/ Arquivo)

A primeira fase de entrega, que começou no início de março e termina hoje, aplica-se à entrega em papel das declarações de Imposto sobre o Rendimento de Pessoas Singulares (IRS) dos sujeitos passivos com rendimentos das categorias A (trabalhado dependente) e H (pensionistas).

Estes contribuintes têm agora mais um mês, até dia 30 de abril, para entregar as declarações de IRS através do Portal das Finanças na Internet, em www.portaldasfinancas.gov.pt. 

Já os trabalhadores que aufiram rendimentos de outras categorias, como a B (correspondente ao trabalho independente), têm até ao final de abril para entregar as declarações relativas ao ano passado em papel e até 31 de maio para as enviar através do Portal das Finanças.

Os calendários de entrega de declarações do IRS estão disponíveis na página da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) na Internet.

Lusa
  • Curiosidades sobre o Mundial da Rússia
    3:08
  • Inocência e talento marcaram o 9.º dia de Mundial
    0:56
  • Ronaldo no País dos Sovietes: Algumas curiosidades
    1:54
  • O choro intenso de Neymar explicado pelo próprio
    0:51
  • A queda aparatosa do selecionador do Brasil
    0:05
  • Dia de limpezas em Chaves após violenta tempestade
    2:44
  • Athanasia, uma mulher sem medo das alturas
    0:35

    Mundo

    É grega, chama-se Athanasia Athineau, tem 29 anos e pertence à unidade de forças especiais da Grécia. O salto que podemos ver é de 10 mil pés, mas Athanasia faz também saltos de 30 mil. Neste caso, caíu a uma velocidade de 250 quilómetros por hora antes de abrir o pára-quedas.

  • Talheres de Hitler vendidos por 14 mil euros

    Mundo

    Um conjunto de duas facas, três colheres e três garfos de prata, que pertencia a Adolf Hitler, foi vendido em Dorset, Inglaterra, pelo valor de 12.500 libras (aproximadamente 14.200 euros). O serviço de talheres foi criado no âmbito das celebrações do 50.º aniversário do ditador nazi.

    SIC