sicnot

Perfil

Economia

Diretor da Autoridade Tributária apagou emails que comprovavam existência de lista VIP

Diretor da Autoridade Tributária apagou emails que comprovavam existência de lista VIP

Um responsavel da Autoridade Tributária apagou emails que comprovavam a existência da lista VIP e houve quem não contasse a verdade à Comissão Nacional de Proteção de Dados, que teve de escrutinar no correio electronico para descobrir o que de facto aconteceu. Num relatorio que foi já enviado ao Parlamento, a Comissão Nacional de Proteção de Dados dá ainda conta que há 2300 pessoas, que não são funcionárias do Fisco, que têm acesso aos dados fiscais dos contribuintes.

  • Comissão de Proteção de Dados confirma existência de lista VIP
    3:18

    Economia

    A Comissão Nacional de Proteção de Dados confirma a existência de uma lista VIP no Fisco, com os nomes de Cavaco Silva, Pedro Passos Coelho, Paulo Portas e Paulo Núncio. A informação consta de uma deliberação, aprovada esta terça-feira, e que vai ser enviada para o Ministério Público. A Comissão de Proteção de Dados considera que a informação recolhida pode indiciar a prática de ilícitos criminais. O relatório arrasa por completo a Autoridade Tributaria, referindo que é a principal responsável pelos problemas detetados.

  • Governo vai fazer recomendações ao Fisco para evitar devassa de dados
    2:46

    Economia

    O Governo vai fazer recomendações ao Fisco para evitar que os dados fiscais dos contribuintes sejam consultados indevidamente. Pedro Passos Coelho reconhece que são preocupantes as informações reveladas pela Comissão Nacional de Proteção de Dados, que confirmam a existência de uma lista VIP de contribuintes. Ainda assim, no debate quinzenal, o primeiro-ministro voltou a descartar responsabilidade política no caso. A oposição exige consequências.

  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".