sicnot

Perfil

Economia

Passos Coelho salienta que Silva Lopes dedicou a vida a Portugal

O primeiro-ministro lamentou esta quinta-feira a morte de José Silva Lopes, salientando que o economista dedicou a vida a Portugal, "servindo com dignidade e integridade nos mais destacados cargos" da Administração Pública, da banca e da política.

Ministro das Finanças, governador do Banco de Portugal, administrador do Banco Europeu para a Reconstrução e o Desenvolvimento (BERD), representante de Portugal junto do Banco Mundial ou presidente do Conselho Económico e Social foram alguns dos cargos desempenhados por Silva Lopes. (Arquivo)

Ministro das Finanças, governador do Banco de Portugal, administrador do Banco Europeu para a Reconstrução e o Desenvolvimento (BERD), representante de Portugal junto do Banco Mundial ou presidente do Conselho Económico e Social foram alguns dos cargos desempenhados por Silva Lopes. (Arquivo)

SIC

"O Dr. Silva Lopes pautou sempre a sua intervenção pela isenção e correção nas inúmeras atividades profissionais e cívicas a que esteve ligado ao longo de muitos anos", afirma Pedro Passos Coelho, numa nota sobre a morte do ex-ministro das Finanças e antigo governador do Banco de Portugal (1975-1980). 

Passos Coelho refere ter recebido "com profunda tristeza" a notícia da morte de Silva Lopes, hoje, aos 82 anos, que descreve como "um homem com enorme prestígio na economia e finanças".

O chefe do Governo destaca também que Silva Lopes foi "agraciado pelas mais altas condecorações do país, em reconhecimento" da sua dedicação e do "relevante testemunho e do exemplo" que deixou.

"À família enlutada e aos seus amigos, dirijo as minhas mais sentidas condolências", acrescenta Pedro Passos Coelho.
Lusa
  • Leão de Ouro de Souto de Moura faz "muito bem à alma" dos portugueses
    1:53
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos.

  • Na linha do triunfo
    16:49
  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57