sicnot

Perfil

Economia

Banco central da China injeta 3.000 ME no mercado

Banco Popular da China, o banco central do país asiático (PBOC, na sigla em inglês), anunciou hoje uma injeção de liquidez no mercado de 20.000 milhões de yuan (2.958 milhões de euros).    

reuters

O banco central chinês vai efetivar a operação por via de acordos de recompra (conhecidos como "repos"), segundo a agência oficial Xinhua.

Em concreto, a entidade ofereceu "repos" -- acordo de recompra, em que um banco vende um ativo a curto prazo com a promessa de o recomprar posteriormente numa data fixada pagando um juro para além do valor do ativo -- a sete dias com uma taxa de 3,45%.

A anterior injeção, realizada em fevereiro último, foi mais elevada: 80.000 milhões de yuan (11.837 milhões de euros).

  • "O bom senso obriga a acordo para a estabilização do sistema financeiro"
    2:06

    Economia

    O Presidente da República disse esta quarta-feira que "o bom senso obriga a que todos estejam de acordo para a estabilização do sistema financeiro". Num aparente recado a Passos Coelho, Marcelo apelou a um consenso de regime e avisou que "não há prazer tático que justifique o desgaste" provocado pelas divisões atuais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.