sicnot

Perfil

Economia

Banco central da China injeta 3.000 ME no mercado

Banco Popular da China, o banco central do país asiático (PBOC, na sigla em inglês), anunciou hoje uma injeção de liquidez no mercado de 20.000 milhões de yuan (2.958 milhões de euros).    

reuters

O banco central chinês vai efetivar a operação por via de acordos de recompra (conhecidos como "repos"), segundo a agência oficial Xinhua.

Em concreto, a entidade ofereceu "repos" -- acordo de recompra, em que um banco vende um ativo a curto prazo com a promessa de o recomprar posteriormente numa data fixada pagando um juro para além do valor do ativo -- a sete dias com uma taxa de 3,45%.

A anterior injeção, realizada em fevereiro último, foi mais elevada: 80.000 milhões de yuan (11.837 milhões de euros).

  • Veio para Portugal para estar mais perto da natureza mas o fogo levou-lhe tudo
    4:59
  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão