sicnot

Perfil

Economia

Circulação ferroviária normalizada após greve dos revisores da CP

A circulação ferroviária encontra-se normalizada em todo o país, apesar de terem sido suprimidos quatro comboios até às 8:00 de hoje, resultado da greve na CP que terminou às 24:00 de segunda-feira, disse à Lusa fonte da empresa.

A CP prevê perturbações na circulação de comboios nos próximos dias, já que, além dos dois dias de greve dos revisores, vai também haver uma paralisação ao trabalho extraordinário, convocada pelo Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Setor. Um protesto contra a redução do pagamento do valor pago nos feriados. (Arquivo)

A CP prevê perturbações na circulação de comboios nos próximos dias, já que, além dos dois dias de greve dos revisores, vai também haver uma paralisação ao trabalho extraordinário, convocada pelo Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Setor. Um protesto contra a redução do pagamento do valor pago nos feriados. (Arquivo)

© Rafael Marchante / Reuters

"Até às 8:00 da manhã de hoje só foram suprimidos três comboios urbanos em Lisboa e um regional, ainda efeitos da greve", segundo disse à Lusa a porta-voz da CP - Comboios de Portugal, Ana Portela.

De acordo com Ana Portela, dos 261 comboios previstos para circularem até às 8:00 de hoje, só quatro é que não estiveram ao serviço.

A greve convocada pelo Sindicato Ferroviário da Revisão Comercial e Itinerante (SFRCI) para reclamar o cumprimento da decisão dos tribunais relativa ao pagamento dos complementos nos subsídios desde 1996, teve uma percentagem de viagens anuladas de 80 e os 90% na quinta e na sexta-feira, enquanto na segunda cumpriu-se a "expectativa de 90% de supressões a nível nacional", segundo o sindicato.

Fonte sindical revelou à Lusa a "adesão total" dos associados do SFRCI, que inclui os funcionários das bilheteiras e os revisores, embora tenha havido "poucos" funcionários não sindicalizados a trabalhar durante o dia de segunda-feira.

O presidente do SFRCI, Luís Bravo, explicou à Lusa que a CP foi condenada, em várias instâncias, a restituir os complementos que não foram pagos aos trabalhadores no subsídio de férias desde 1996 e no subsídio de Natal entre 1996 e 2003, estimando uma dívida de cerca de dez milhões de euros aos revisores e trabalhadores das bilheteiras.

Além dos revisores, a circulação dos comboios da CP no fim de semana de Páscoa foi afetada pela greve ao trabalho em dia feriado do Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Setor Ferroviário (SNTSF). 

  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • China descobre nova mutação do vírus H7N9

    Mundo

    A China descobriu uma nova mutação do vírus H7N9, considerada a mais mortífera das estirpes que causam a gripe das aves, sobretudo para aves vivas, não representando nova ameaça para os seres-humanos, informou hoje a imprensa estatal.

  • Jornalista bielorrusso come jornal após perder aposta

    Desporto

    Vyacheslav Fedorenko, editor de desporto de um importante jornal da Bielorrúsia, apostou que o Dinamo Minsk não chegaria aos play-offs da Kontinental Hockey League (KHL), uma liga internacional dominada por equipas russas. Perdeu e acabou a comer as próprias palavras, impressas em papel.

  • Os ensaios para a maior festa do ano
    1:16

    Mundo

    Em contagem decrescente para o Carnaval, no Rio de Janeiro, já começaram os ensaios para a maior festa do ano. A noite de testes na avenida Marquês de Sapucaí conta com desfiles gratuitos.