sicnot

Perfil

Economia

Circulação ferroviária normalizada após greve dos revisores da CP

A circulação ferroviária encontra-se normalizada em todo o país, apesar de terem sido suprimidos quatro comboios até às 8:00 de hoje, resultado da greve na CP que terminou às 24:00 de segunda-feira, disse à Lusa fonte da empresa.

A CP prevê perturbações na circulação de comboios nos próximos dias, já que, além dos dois dias de greve dos revisores, vai também haver uma paralisação ao trabalho extraordinário, convocada pelo Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Setor. Um protesto contra a redução do pagamento do valor pago nos feriados. (Arquivo)

A CP prevê perturbações na circulação de comboios nos próximos dias, já que, além dos dois dias de greve dos revisores, vai também haver uma paralisação ao trabalho extraordinário, convocada pelo Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Setor. Um protesto contra a redução do pagamento do valor pago nos feriados. (Arquivo)

© Rafael Marchante / Reuters

"Até às 8:00 da manhã de hoje só foram suprimidos três comboios urbanos em Lisboa e um regional, ainda efeitos da greve", segundo disse à Lusa a porta-voz da CP - Comboios de Portugal, Ana Portela.

De acordo com Ana Portela, dos 261 comboios previstos para circularem até às 8:00 de hoje, só quatro é que não estiveram ao serviço.

A greve convocada pelo Sindicato Ferroviário da Revisão Comercial e Itinerante (SFRCI) para reclamar o cumprimento da decisão dos tribunais relativa ao pagamento dos complementos nos subsídios desde 1996, teve uma percentagem de viagens anuladas de 80 e os 90% na quinta e na sexta-feira, enquanto na segunda cumpriu-se a "expectativa de 90% de supressões a nível nacional", segundo o sindicato.

Fonte sindical revelou à Lusa a "adesão total" dos associados do SFRCI, que inclui os funcionários das bilheteiras e os revisores, embora tenha havido "poucos" funcionários não sindicalizados a trabalhar durante o dia de segunda-feira.

O presidente do SFRCI, Luís Bravo, explicou à Lusa que a CP foi condenada, em várias instâncias, a restituir os complementos que não foram pagos aos trabalhadores no subsídio de férias desde 1996 e no subsídio de Natal entre 1996 e 2003, estimando uma dívida de cerca de dez milhões de euros aos revisores e trabalhadores das bilheteiras.

Além dos revisores, a circulação dos comboios da CP no fim de semana de Páscoa foi afetada pela greve ao trabalho em dia feriado do Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Setor Ferroviário (SNTSF). 

  • Obrigada a vir dos EUA, de 3 em 3 semanas, para ver o filho
    2:00

    País

    O episódio de hoje de Vidas Suspensas envolve uma médica dentista norte-americana e um português. Um exemplo do que acontece a muitos portugueses que casam com estrangeiros: quando se divorciam, coloca-se a questão de saber para que país vão os filhos.

    Hoje na SIC

  • Encontrado corpo da criança que desapareceu na praia de São Torpes
    0:55

    País

    O corpo da criança que tinha desaparecido na praia São Torpes, concelho de Sines, foi encontrado esta manhã fora de água, nas rochas, a 1,5 quilómetros do sítio onde tinha desaparecido, no passado dia 21. O alerta foi dado por um popular à Polícia Marítima, cerca das 8h00.

  • Não há aumentos salariais no Estado para o ano
    1:18

    Economia

    O ministro das Finanças confirma a alteração dos escalões de IRS em 2018. É uma das medidas prioritárias para o próximo ano, a par do descongelamento das carreiras na função pública. Numa entrevista à Antena 1, Mário Centeno admite que não vai haver aumentos salariais no Estado no próximo ano

  • Tubarão com 2,7 metros salta para dentro de barco e ataca pescador

    Mundo

    Um australiano foi atacado por um tubarão branco quando estava a pescar na sua embarcação, em Evan Heads, Nova Gales do Sul, na costa Este da Austrália. O animal, com cerca de 200 quilos e 2,7 metros de comprimento, saltou para dentro do barco, derrubou o pescador e mordeu-lhe no braço.

    SIC