sicnot

Perfil

Economia

EUA apelam à Grécia para que chegue a acordo com credores

O governo dos EUA apelou ao grego para que finalize um programa de reformas "que mereça o apoio financeiro dos credores", indicou hoje o Departamento do Tesouro norte-americano, depois de uma reunião com o ministro das Finanças helénico. 

© Mike Theiler / Reuters

Yanis Varoufakis reuniu-se hoje, em Washington, com o subsecretário do Tesouro encarregado das relações internacionais, Nathan Sheets, depois de, na véspera, se ter reunido com a diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, um dos credores da Grécia. 

O dirigente norte-americano apelou para que a Grécia "se envolva plenamente num processo de negociações técnicas com os seus parceiros internacionais, para finalizar um programa de reformas que mereça um apoio financeiro em tempo oportuno da parte dos credores da Grécia", indicou um porta-voz do Tesouro. 

Desde há três semanas que várias especulações deixam entender que o executivo de Atenas não vai ser capaz de reembolsar 460 milhões de euros ao FMI, na quinta-feira. 

Mas, no domingo, Christine Lagarde e os dirigentes gregos procuraram anular estas especulações, depois de uma reunião em Washington.

"O ministro Varoufakis e eu discutimos os desenvolvimentos em curso e entendemos que uma cooperação efetiva é do interesse de todos", afirmou Lagarde, em comunicado.

Acrescentou também que tinha tido a garantida do ministro grego que "o pagamento devido ao fundo seria efetuado em 09 de abril". 

A Grécia encontra-se num processo negocial difícil com os seus parceiros europeus e parece procurar outros apoios. 

A visita de Varoufakis a Washington antecede a do primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, a Moscovo.

A Grécia espera que a União Europeia transfira uma última parte de um pacote de assistência financeira, de 7,2 mil milhões de euros, no quadro dos planos de financiamento concedidos pela União Europeia e o FMI, desde 2010, e que já atingiram 240 mil milhões de euros. 



Lusa
  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Guterres apela à Coreia do Norte para cumprir resoluções

    Mundo

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, apelou este sábado ao ministro do Exterior da Coreia do Norte, Ri Yong Ho, para o cumprimento das resoluções que o Conselho de Segurança impôs ao país em resposta à sua escalada armada.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.