sicnot

Perfil

Economia

Sindicato dos Pilotos rompe negociações e admite voltar às greves

Há mais uma greve à vista na TAP e na Portugália. O Sindicato dos Pilotos (SPAC) rompeu as negociações com a administração e prepara-se para tomar novas medidas de protesto.

(Arquivo)

(Arquivo)

Francisco Seco / AP

Num comunicado enviado às redações, o SPAC diz que as reuniões com a transportadora chegaram agora a um "impasse insanável".

O sindicato diz que as melhorias das condições dos pilotos foram faladas, nas negociações em dezembro com o Governo, e que deveriam ficar fechadas com a TAP nos últimos meses, mas refere que a companhia não aceita as exigências dos pilotos.

O SPAC convocou uma assembleia de empresa, ainda para este mês, para debater medidas a adotar pelos pilotos. A administração da TAP não faz, para já, qualquer comentário.
  • Há companhias aéreas a contratar. TAP é uma delas
    1:28
  • Trump remarca encontro com Kim Jong-un no Twitter
    2:33

    Mundo

    A Coreia do Sul e a Coreia do Norte reuniram-se pela segunda vez em menos de um mês. Os Presidentes dos dois países dizem que estão a cooperar para que a cimeira entre Washington e Pyongyang, em Singapura, seja um sucesso. Donald Trump regressou ao Twitter para remarcar a cimeira a 12 de junho.

  • Brasil "virado do avesso" devido à greve dos camionistas
    2:27
  • Na linha do triunfo
    16:49