sicnot

Perfil

Economia

Juros da dívida de Portugal a descer e a dois e cinco anos para mínimos

Os juros da dívida portuguesa estavam hoje a cair em todos os prazos e a dois e cinco anos para mínimos de sempre em relação a sexta-feira.                    

SIC

Hoje, cerca das 08:35 em Lisboa, os juros da dívida portuguesa a dez anos estavam a descer para 1,607%, contra 1,611% na sexta-feira. O atual mínimo de sempre é 1,560% e foi registado a 13 de março.                       

Os juros a cinco anos também estavam a cair, mas para o mínimo de sempre de 0,745%, contra 0,749% na sexta-feira. 

No mesmo sentido, os juros a dois anos estavam a cair para 0,007%, um mínimo de sempre, contra 0,017% na sexta-feira. 

A 09 de março, o Banco Central Europeu (BCE) iniciou um programa sem precedentes de compra de dívidas soberanas e privadas, que vai permitir injetar 60 mil milhões de euros por mês, até, pelo menos, setembro de 2016, na economia da zona euro na esperança de a redinamizar.        

Os efeitos do programa fizeram sentir-se, por antecipação, nas taxas de juro das dívidas soberanas, que evoluem em sentido inverso ao da procura e têm renovado mínimos diariamente. Algumas das taxas tornaram-se negativas nos prazos mais curtos, ou seja, os investidores estão dispostos a pagar para deter estes títulos considerados muito seguros.   

A 17 de maio de 2014, Portugal abandonou oficialmente o resgate sem qualquer programa cautelar.

O programa de ajustamento solicitado por Portugal à 'troika' (Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional), no valor de 78 mil milhões de euros, esteve em vigor durante cerca de três anos.

Os juros da dívida soberana da Irlanda estavam a cair a cinco e dez anos, enquanto os de Itália estavam a subir a dois e cinco anos e a cair a dez anos e os de Espanha estavam a subir a dois e a cair a cinco e dez anos.   

Em relação aos juros da Grécia, estes estavam a descer a cinco anos e a subir a dez anos para valores em torno dos 15,1% e de 11,2%, respetivamente.



Juros da dívida soberana em Portugal, Grécia, Irlanda, Itália e Espanha cerca das 08:35:

      

           2 anos... 5 anos... 10 anos 

 

Portugal 



13/04..... 0,007......0,745....1,607

10/04..... 0,017......0,749....1,611



Grécia 



13/04..... n disp....15,175...11,249

10/04..... n disp....15,430...11,242



Irlanda



13/04......n disp.....0,189....0,701

10/04......n disp.....0,190....0,706



Itália



13/04......0,159......0,517....1,261

10/04......0,156......0,515....1,266

 

Espanha



13/04......0,038......0,517....1,224

10/04......0,033......0,523....1,232



Fonte: Bloomberg Valores de 'bid' (juros exigidos pelos investidores para comprarem dívida) que compara com fecho da última sessão
  • Paulo Macedo pede calma para o bem do banco
    1:45

    Caso CGD

    Paulo Macedo falou pela primeira vez desde que foi eleito o novo Presidente da Caixa Geral de Depósitos e, para o bem do banco público, pediu calma a todos. Passos Coelho veio dizer que a recapitalização da Caixa pode ter de ser feita no verão do próximo ano para salvaguardar o défice deste ano. Já António Costa preferiu não comentar as declarações de Passos e diz que o banco público há muito que precisava de ser recapitalizado.

  • Condutores continuam com dúvidas em como circular numa rotunda
    2:06

    País

    Circular nas rotundas continua a ser um problema para muitos condutores. Cerca de 3 mil foram multados nos últimos três anos depois da entrada em vigor do novo código, os números são avançados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. Os instrutores de condução dizem que a medida provoca mais confusão nas horas de ponta.

  • O que aconteceu à menina síria que relatava a guerra no Twitter?
    1:59
  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados". Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.

  • "A nossa guerra não deixou heróis, só vilões e vítimas"
    5:26

    Mundo

    Luaty Beirão é o rosto mais visível de um movimento de contestação ao regime angolano que começou em 2011, ano da Primavera árabe. Mas a par dos 15+2, mediatizados num processo que os condenou por lerem um livro, outros activistas arriscam diariamente a liberdade.