sicnot

Perfil

Economia

Produção de petróleo da Galp aumenta 57% no 1.º trimestre devido ao Brasil

A Galp obteve um aumento da produção de petróleo em 57% até março, relativamente ao período homólogo de 2014, mas, em termos financeiros, pouco foi o impacto porque também a cotação do preço do crude caiu 50% nos mesmos períodos.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

Em comunicado enviado à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Galp revela que terminou o primeiro trimestre do ano com uma produção líquida ('net entitlement') de 38,7 mil barris de petróleo por dia, quando no mesmo período do ano passado produziu 24,6 mil barris.

Este aumento de produção ficou a dever-se, segundo a empresa, à entrada em funcionamento no Braisl no terceiro trimestre do ano passado de uma unidade flutuante de produção adicional, a FPSO Cidade de Mangaratiba, no pré-sal brasileiro, onde também a FPSO Cidade de Paraty atingiu a sua capacidade de produção máxima durante o mesmo período.

No entanto, apesar de um aumento de produção, em termos de receitas, o impacto foi reduzido porque o preço médio do petróleo de Brent, o índice que mais interessa à Galp, caiu mais de 50%. O preço médio entre janeiro e março deste ano foi de 53,9 dólares o barril, quando no mesmo período do ano passado atingiu os 105,2 dólares.

Apesar da queda da cotação do Brent, este foi altamente compensado pelas margens de refinação que ultrapassaram os cinco dólares por barril, um valor a que há muito não se assistia e que contrasta com a margem negativa verificada no trimestre homólogo.

A Galp Energia registou uma bom desempenho nos volumes de matérias primas processadas, com aumentos de 34,1%, e na venda de produtos refinados ( mais 19,7%), tirando partido da melhoria das margens de refinação europeias.

  • Bruno de Carvalho manda SMS aos jogadores em nome dos jogadores. Confuso?

    Desporto

    De acordo com a imprensa desta manhã, o presidente do Sporting Clube de Portugal terá enviado mensagens escritas aos jogadores com o seguinte texto "Obrigado presidente pelas felicitações. Ainda temos muito para conquistar juntos" e assinou com o nome do jogador a quem enviou a mensagem. Uma aparente reação ao facto de nenhum dos jogadores ter respondido às mensagens escritas por Bruno de Carvalho, com incentivos e elogios antes e depois da vitória do Sporting frente ao Boavista.

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • Governo promete melhorar condições de 26 mil famílias
    1:23

    País

    O ministro do Ambiente explicou esta terça-feira, no Parlamento, as novas medidas para a habitação: reduzir os impostos para arrendamentos longos, melhorar as condições de 26 mil famílias e introduzir o arrendamento vitalício para maiores de 65 anos. Este é um investimento que vai chegar aos 1700 milhões de euros.

  • Pato em excesso de velocidade faz disparar radar numa estrada suíça
    1:31
  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17