sicnot

Perfil

Economia

Produção de petróleo da Galp aumenta 57% no 1.º trimestre devido ao Brasil

A Galp obteve um aumento da produção de petróleo em 57% até março, relativamente ao período homólogo de 2014, mas, em termos financeiros, pouco foi o impacto porque também a cotação do preço do crude caiu 50% nos mesmos períodos.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

Em comunicado enviado à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Galp revela que terminou o primeiro trimestre do ano com uma produção líquida ('net entitlement') de 38,7 mil barris de petróleo por dia, quando no mesmo período do ano passado produziu 24,6 mil barris.

Este aumento de produção ficou a dever-se, segundo a empresa, à entrada em funcionamento no Braisl no terceiro trimestre do ano passado de uma unidade flutuante de produção adicional, a FPSO Cidade de Mangaratiba, no pré-sal brasileiro, onde também a FPSO Cidade de Paraty atingiu a sua capacidade de produção máxima durante o mesmo período.

No entanto, apesar de um aumento de produção, em termos de receitas, o impacto foi reduzido porque o preço médio do petróleo de Brent, o índice que mais interessa à Galp, caiu mais de 50%. O preço médio entre janeiro e março deste ano foi de 53,9 dólares o barril, quando no mesmo período do ano passado atingiu os 105,2 dólares.

Apesar da queda da cotação do Brent, este foi altamente compensado pelas margens de refinação que ultrapassaram os cinco dólares por barril, um valor a que há muito não se assistia e que contrasta com a margem negativa verificada no trimestre homólogo.

A Galp Energia registou uma bom desempenho nos volumes de matérias primas processadas, com aumentos de 34,1%, e na venda de produtos refinados ( mais 19,7%), tirando partido da melhoria das margens de refinação europeias.

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.