sicnot

Perfil

Economia

Crédito malparado das famílias volta a aumentar em fevereiro

O crédito malparado das famílias voltou a aumentar em fevereiro, tendo atingido os 5383 milhões de euros no final desse mês, o que representa 4,38% do total do crédito concedido às famílias pela banca.

No final de fevereiro, cerca de 15% dos empréstimos concedidos às famílias estavam vencidos. (Arquivo)

No final de fevereiro, cerca de 15% dos empréstimos concedidos às famílias estavam vencidos. (Arquivo)

Francisco Seco / AP

De acordo com os números hoje divulgados pelo Banco de Portugal, os empréstimos concedidos às famílias atingiram os 122.879 milhões de euros em fevereiro, menos 336 milhões de euros do que o valor registado no final de janeiro.

No entanto, apesar de os créditos totais das famílias terem diminuído em fevereiro face ao mês anterior, os créditos vencidos aumentaram, tendo atingido os 5.383 milhões de euros, o equivalente a 4,38% do total dos empréstimos.

No final de fevereiro, a banca tinha emprestado 100.987 milhões de euros às famílias para crédito à habitação, 11.944 milhões de euros para crédito ao consumo e mais 9.869 milhões de euros em créditos destinados a outros fins.

Os empréstimos concedidos pelos bancos às empresas aumentaram ligeiramente em fevereiro, tendo atingido os 85.757 milhões de euros no final desse mês.

Também os créditos vencidos das empresas aumentaram, passando dos 12.962 milhões em janeiro para os 12.569 milhões de euros no mês seguinte.

No final de fevereiro, cerca de 15% dos empréstimos concedidos às famílias estavam vencidos.
  • Quase 200 queixas por dia sobre serviços de saúde em 2017
    1:46

    País

    Foram apresentadas, em 2017, quase 200 queixas por dia sobre o funcionamento dos serviços de saúde públicos e privados. As questões administrativas e os tempos de espera foram as principais razões das mais de 70 mil reclamações recebidas pela Entidade Reguladora da Saúde.

  • Fim de semana com chuva e descida da temperatura

    País

    A chuva regressa hoje a Portugal continental e permanece pelo menos até ao início da semana, prevendo-se ainda uma descida da temperatura máxima entre 04 a 06 graus Celsius, disse à Lusa a meteorologista Cristina Simões.