sicnot

Perfil

Economia

Pires de Lima diz que "não é simpático" governar com intervenção direta da troika

O ministro da Economia, António Pires de Lima, afirmou hoje, em Sevilha, que "não é simpático governar" com a intervenção direta de credores e que a presença da 'troika' em Portugal acelerou ajustes que também multiplicaram um custo social.

Jos\303\251 Goul\303\243o

"Foi muito importante deixar há quase um ano o resgate, não é simpático governar com a intervenção direta dos credores, porque há uma presença permanente que é intrusiva", afirmou Pires de Lima no Foro Joly, um fórum de debate empresarial realizado na Andaluzia, no qual participam cerca de 250 empresários portugueses e espanhóis e representantes institucionais.

O ministro da Economia português justificou ainda que a intervenção da 'troika' implicou avaliações e discussões, "em que no final há um caminho que implica cedência para que cada uma dessas avaliações tenham um resultado positivo".

"A intervenção da 'troika' acelerou um conjunto de ajustes que também multiplicaram um custo social", acrescentou Pires de Lima, durante o momento de respostas a perguntas dos empresários presentes na audiência.

O governante lembrou que Portugal "estava comprometido com o memorando [celebrado com a 'troika']" e frisou a importância do seu cumprimento para a recuperação da credibilidade do país e a obtenção de avaliações positivas. 

"A partir do momento em que assinas o memorando, a margem de liberdade é o que é", disse.

Do ponto de vista social, Pires de Lima afirmou que Portugal sofreu muito com a evolução do desemprego, mas acrescentou que, "a partir o momento em que a economia entrou em desenvolvimento, foram criados 134 mil empregos nos últimos meses". 

Além disso, estimou um crescimento da economia portuguesa nos próximos dois/três anos em torno dos 3%.

Durante o evento, Pires de Lima foi ainda questionado sobre o interesse de bancos espanhóis na compra do Novo Banco, mas foi perentório na resposta: "O Banco de Portugal é que vai decidir, não é o Governo. Há vários candidatos e o banco Santander e o La Caixa são duas entidades que são bem-vindas neste investimento".

O ministro da Economia português sublinhou a importância da recuperação da estabilidade do Novo Banco com a entrada de um novo acionista.

António Pires de Lima está hoje em Sevilha, Espanha, para promover as trocas comerciais e o investimento entre Portugal e Andaluzia, onde terá ainda hoje mais encontros com empresários portugueses e espanhóis.

  • Confrontos entre gangues rivais na prisão brasileira de Natal

    Mundo

    Dois gangues rivais entraram em confronto na Penitenciária de Alcaçuz, a mesma onde morreram 26 presos num motim esta semana, avança a agência France Press. O site da Globo refere que há um morto e sete feridos. O Exército já foi chamado a intervir.

    Em desenvolvimento

  • As crianças e o frio. O que vestir
    1:58

    País

    O médico Pedro Ribeiro da Silva, da Direção-Geral da Saúde, aconselha especial cuidado com as extremidades do corpo - usar luvas e gorros. E demasiado agasalhadas pode levá-as a transpirar mais e, consequentemente, desidratar.

  • Transportes públicos de Cascais vão ficar mais baratos
    2:32

    Economia

    Os transportes públicos de Cascais vão ficar mais baratos já a partir do próximo mês e a poupança nos passes combinados pode chegar até aos 12 euros por mês. Para além disso, foram criados 1280 lugares de estacionamento gratuito junto às estações da CP e Governo reafirma ainda que a linha será alvo de obras de melhoramentos este ano. Em 2016 passaram pela linha de Cascais 25 milhões de passageiros, mais 2,9% que no ano anterior.

  • Edíficio histórico de Teerão desmorona-se durante incêndio
    1:20
  • Cantora da Lambada encontrada morta carbonizada

    Cultura

    A cantora brasileira Loalwa Braz Vieira, ícone da Lambada do fim dos anos 80 e intérprete da música "Chorando se foi", foi encontrada morta num carro incendiado em Saquarema, Rio de Janeiro. A notícia é avançada pela Globo.