sicnot

Perfil

Economia

Bruxelas investiga Google por suspeita de abuso de posição dominante

A Comissão Europeia abriu hoje uma investigação contra a Google por alegado abuso de posição dominante com o seu motor de busca nos telefones Android, anunciou a comissária europeia para a Concorrência, Margrethe Vestager.

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Chris Helgren / Reuters

Em causa está, segundo a comissária, a suspeita de que a multinacional favoreça o seu próprio serviço de comparação de preços, "violando as regras da União Europeia em matéria de acordos e de abuso de posição dominante".

Vestager salientou que Bruxelas está na disposição de ir até às últimas consequências, aplicando uma multa se se provar a má conduta da Google.

Bruxelas enviou à Google uma Comunicação de Objeções, alegando abuso de posição dominante por parte desta empresa nos mercados de serviços gerais de busca na Internet, no Espaço Económico Europeu (EEE), que se traduz no favorecimento sistemático dos seus serviços de comparação de preços -- google shopping - nas páginas de resultados da pesquisa geral.

Segundo o parecer preliminar da Comissão, este comportamento viola as regras da UE dado que asfixia a concorrência e prejudica os consumidores. 

A Comissão deu também início a uma investigação 'antitrust' sobre a conduta da Google no que diz respeito ao sistema operativo Android para dispositivos móveis. A investigação procurará apurar se a Google celebrou acordos anticoncorrenciais ou se abusou de uma eventual posição dominante no domínio dos sistemas operativos, aplicações e serviços para dispositivos móveis inteligentes.


Lusa
  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.