sicnot

Perfil

Economia

Governadores do BCE decidem hoje manter taxa de juro

Os governadores do Banco Central Europeu (BCE) reúnem-se hoje e devem decidir manter as taxas de referência inalteradas nos 0,05% e prosseguir com as compras de dívida soberana, segundo analistas contactados pela agência Lusa.

© Kai Pfaffenbach / Reuters

Da reunião em Frankfurt, na Alemanha, os analistas financeiros contactados pela Lusa não esperam muitas novidades: a taxa de referência deve manter-se inalterada nos 0,05% e o presidente do BCE, Mario Draghi, deverá fazer uma avaliação positiva do primeiro mês do programa de compra de dívida pública, indicando que o 'quantitative easing' é para continuar.

Para Filipe Garcia, presidente do IMF -- Informação de Mercados Financeiros, será "interessante perceber como é que o BCE irá gerir o problema da implementação da política, já que ela está a levar à distorção dos mercados monetário e obrigacionista, considerando que "a forma como o BCE irá gerir a possível escassez de títulos para compra é também um ponto a ter em atenção para o futuro".

Também a analista financeira do Departamento de Estudos Económicos do banco BPI, Teresa Gil Pinheiro, espera de Mario Draghi uma avaliação positiva do primeiro mês do 'quantitative easing', podendo "ser referido o cumprimento (e até ultrapassagem) dos objetivos pretendidos, na medida em que se observou uma apreciação dos ativos financeiros".

"O que a médio prazo poderá traduzir-se num maior relaxamento das condições de concessão de crédito à economia, contribuindo para a dinamização da atividade económica, nomeadamente através do aumento do investimento", admitiu Teresa Gil Pinheiro.

Também o economista-chefe do banco Montepio, Rui Bernardes Serra, espera uma avaliação positiva do primeiro mês do programa de compra de dívida soberana, já que "a inflação começou a acelerar". Segundo divulgou o Eurostat, a taxa de inflação anual na zona euro em março foi de -0,1% face aos -0,3% de fevereiro.

No entanto, "apesar dos desenvolvimentos, a inflação ainda está bem abaixo do 'target' [objetivo de médio prazo do BCE de uma taxa de inflação próxima, mas abaixo de 2%], a economia da zona euro ainda está longe de recuperar os níveis pré-crise e o desemprego ainda está muito elevado", afirma Rui Bernardes Serra.

Os analistas contactados pela Lusa admitem que da reunião de governadores não resulte nenhuma informação sobre a Grécia, devendo apenas ser reiterada a intenção do BCE em aceitar "dívida grega caso o Governo grego consiga um entendimento com os seus congéneres europeus".


Lusa
  • Novo dia de protestos contra expropriações na ilha do Farol
    2:30

    País

    A sociedade Polis Ria Formosa concluiu a tomada de posse das construções identificadas como ilegais na ilha do Farol, na Ria Formosa, em Faro. No segundo dia da operação, sob fortes protestos da população, os técnicos da Polis, escoltados pela Polícia Marítima, expropriaram hoje mais 18 construções.

  • Cunhado do Rei de Espanha em liberdade sem caução

    Mundo

    Inaki Urdangarin vai mesmo aguardar o desenrolar do recurso em liberdade na Suíça, onde o marido da Infanta Cristina tem residência oficial e onde terá de se apresentar às autoridades uma vez por mês, para além de estar obrigado a comunicar qualquer deslocação fora da Europa. De fora fica ainda o pagamento da caução de 200 mil euros pedida pelo Ministério Público espanhol.

  • Zeca Afonso morreu há 30 anos
    1:11
  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • "Isto é uma mentira e tem carimbo de Estado"
    2:12

    Opinião

    O preço das botijas de gás em Portugal duplicou nos últimos 15 anos. José Gomes Ferreira esteve no Jornal da Noite, da SIC, onde explicou este aumento, lembrando que a classe política prometeu que se houvesse mais empresas a operar no mercado, os preços desciam. Contudo, José Gomes Ferreira diz que "isto é uma mentira e tem carimbo de Estado". O Diretor-Adjunto de Informação SIC explicou que como o mercado é livre, os operadores vendem aos preços mais altos que podem, deste modo os preços não variam muito entre uns e outros.

    José Gomes Ferreira