sicnot

Perfil

Economia

Receitas de portagem da Estradas de Portugal crescem 13% para 76 milhões de euros até março

A Estradas de Portugal (EP) alcançou nos primeiros três meses deste ano um total de 76,3 milhões de euros de receita com portagens, um aumento de 13,2% face ao primeiro trimestre de 2014, anunciou hoje a empresa. 

A crise económica fez acentuar a quebra de venda de carros em Portugal (Lusa / Arquivo)

A crise económica fez acentuar a quebra de venda de carros em Portugal (Lusa / Arquivo)

LUIS FORRA

Em comunicado, a empresa liderada por António Ramalho explica que o crescimento da receita resulta da recuperação económica em Portugal, de uma maior eficácia na cobrança, nomeadamente junto dos condutores de veículos de matrícula estrangeira, e do crescimento do número de utilizadores das autoestradas. 

Em termos percentuais foi nas subconcessões da EP que se registou o maior aumento das receitas de portagem (de 33,3%), embora o valor global de 4,4 milhões de euros, alcançado no conjunto das quatro subconcessões seja irrelevante. 

Já em termos de valor foi nas autoestradas concessionadas pelo Estado com cobrança eletrónica de portagem, anteriormente denominadas de SCUT, que o crescimento das receitas foi superior, tendo neste trimestre sido obtidos mais 6,4 milhões de euros, mais 13,5% do que no período homólogo. 

"Os dados de tráfego registados no ano passado revelam uma clara recuperação dos níveis de tráfego numa tendência de crescimento que é expectável se mantenha também ao longo de 2015, e que naturalmente se irá refletir igualmente nas receitas de portagem", acrescenta. 

A EP esclarece que o primeiro trimestre de 2015 não incluiu o período da Páscoa, em que se verificou um crescimento de 19,3% do número de turistas a aderir ao sistema de pagamento de portagem EasyToll (para veículos com matrícula estrangeira).

A 1 de maio ou a 1 de junho, a EP será objeto de fusão com a Refer e darão origem à Infraestruturas de Portugal, faltando para tal a promulgação pela Presidência da República do diploma. 

Lusa

  • Vem lá chuva

    País

    A chuva vai voltar a Portugal continental a partir de quarta-feira e pelo menos até domingo, enquanto as temperaturas mínimas deverão subir.

  • "O Sporting é o um barco à deriva"
    2:26
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    A crise do Sporting foi o principal tema em O Dia Seguinte, esta segunda-feira. José Guilherme Aguiar censura Bruno de Carvalho por ter convidado Jorge Jesus para a comissão de honra da recandidatura. Já Rogério Alves não tem dúvidas que a contestação tem aumentado de tom devido à proximidade das eleições do Sporting. Rui Gomes da Silva pensa que toda a direção leonina é responsável pelo mau momento atual do clube.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Violação emitida em direto no Facebook

    Mundo

    Três homens foram detidos na Suécia, por suspeitas de violação de uma mulher, num apartamento a 70 quilómetros da capital. Os suspeitos filmaram o ato de violência e exibiram-no em direto no Facebook.

  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.