sicnot

Perfil

Economia

Ministro da Economia surpreendido apela a pilotos da TAP para reconsiderarem greve

O ministro da Economia, António Pires de Lima, afirmou hoje estar "surpreendido com a greve" de 10 dias dos pilotos da TAP, que considerou inexplicável, e apelou ao sindicato para reconsider a decisão.

JOS\303\211 COELHO

"É evidente que estou surpreendido. Não esperávamos esta posição do sindicato dos pilotos, que contraria aquilo que foi escrito e assinado pelos representantes dos sindicatos dos pilotos na última semana de 2014", afirmou o ministro, em declarações no programa Grande Entrevista, da RTP Informação, em relação à decisão, hoje, do Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) de marcar uma greve de 10 dias, a começar a 01 de maio.

A paralisação foi decidida numa assembleia, que contou com a participação de cerca de 500 pilotos da TAP, que mandataram a direção do seu sindicato para emitir um pré-aviso de greve dentro de um dia.

Em causa, estão as pretensões dos pilotos sobre as diuturnidades e sobre a obtenção de até 20% do capital da companhia aérea, aquando da sua privatização, que deverá estar concluída até ao final deste trimestre, como anunciou o ministro da Economia na entrevista à RTP. 

"Acredita que se tivéssemos acordado ceder 20% e repor diuturnidades com efeitos retroativos isso não tivesse ficado escrito no acordo?", questionou Pires de Lima.

Segundo o ministro, na reunião com os sindicatos foi por si explicado que haviam duas condições que não eram negociáveis: "A primeira era a privatização da empresa e a segunda era a cedência de até 20% do capital da TAP aos pilotos".

Para Pires de Lima, quando as coisas são simples "explicam-se em dois pontos e dois parágrafos", comentando assim o comunicado emitido pelo SPAC após a decisão da greve e que destaca 30 pontos.

"Há alguém que acredite que o Governo se tenha comprometido a vender entre 10 e 20% da empresa aos pilotos e isso não tenha ficado escrito no acordo", insistiu o Pires de Lima.

O ministro disse também que "não é passível de negociar aquela condição" e que o Governo "não está disponível para reabrir uma negociação que foi acordada e foi deixada a escrito por nove sindicatos, incluíndo o dos pilotos, administração da TAP e Governo no passado mês de novembro".

"O acordo que nós assinamos é um acordo para cumprir e nesse sentido deixo aqui um apelo aos pilotos para que reconsiderem", afirmou Pires de Lima, vincando: "o acordo que assinámos é para cumprir o o Governo vai cumprir com todo o zelo o que assinou. Quero acreditar que o que foi acordado por palavra e assinado vai ser cumprido".

Questionado sobre uma explicação para a greve hoje convocada, Pires da Lima respondeu que "é "inexplicável".

"A única explicação que eu encontro é que os pilotos, no limite do 'timing' da privatização, pretendem colocar o Governo e os portugueses sob uma espécie de ameaça, de forma a procurar bloquear essa privatização", sublinhou.

Os candidatos à compra do grupo TAP têm que entregar as propostas vinculativas até às 17:00 de 15 de maio. 

"Espero que os pilotos reconsiderem a posição que hoje anunciaram, porque se esta greve se realizar, afeta muitíssimo a vida económica da TAP, a sustentabilidade da companhia, e a TAP precisa de demonstrar vitalidade e coesão numa altura como esta para a vida da empresa", declarou.

Lusa
  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Proteção Civil aponta falhas do SIRESP, operadora diz que esteve à altura do fogo
    4:22
  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.

  • Quem é a mulher que diz ser filha de Salvador Dalí

    Cultura

    Maria Pilar Abel Martínez nasceu em 1956 e será o alegado fruto de um caso entre a sua mãe e Salvador Dalí. Um tribunal de Madrid ordenou a exumação do cadáver do pintor e a obtenção de amostras, de modo a determinar se a mulher espanhola é mesmo filha de Dalí.