sicnot

Perfil

Economia

BE questiona Governo sobre despedimento coletivo de 49 trabalhadores da Parvalorem

O BE questionou hoje o Ministério das Finanças sobre o despedimento coletivo de 49 trabalhadores da Parvalorem, organismo estatal criado para recuperar créditos do antigo BPN, e sobre o envolvimento da sociedade de advogados Morais Leitão.

Em declarações à agência Lusa, a deputada bloquista Mariana Mortágua adiantou que a decisão de despedimento coletivo foi comunicada esta tarde aos trabalhadores da Parvalorem e que entre eles está o presidente da comissão de trabalhadores.

A deputada do BE, que reuniu esta manhã com a comissão de trabalhadores da Parvalorem, disse que "todas as semanas há emails da administração" da empresa com "ameaças de despedimento", num "ambiente de tortura psicológica".

"Estes trabalhadores foram transferidos [do BPN, em 2011] sem qualquer consentimento e questionaram judicialmente essa decisão, em processos contra o Estado que ainda estão em curso e que têm sido adiados consecutivamente", acrescentou.

Mariana Mortágua referiu ainda que o Estado criou a Parvalorem para recuperar créditos do BPN, mas que a maior parte da atividade foi adjudicada a entidades privadas e defendeu que o Governo tem de esclarecer o envolvimento da Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva e Associados, alegadamente representante da Parvalorem, do Estado e do BIC, que comprou o antigo banco português.

A deputada bloquista afirmou que esta sociedade de advogados terá sido escolhida em detrimento da Cuatrecasas Gonçalves Pereira, que alegadamente tinha uma posição contrária ao processo de transferência de trabalhadores.

As duas perguntas sobre o despedimento coletivo de 49 trabalhadores e a contratação da Morais Leitão por diversas entidades foram enviadas esta tarde para o Ministério das Finanças.

A Parvalorem foi criada em 2010 para gerir a carteira de créditos adquiridos no âmbito do processo de reprivatização do BPN.

Lusa
  • Quem são os maiores devedores no caso BPN
    5:40

    A Fraude

    Uma investigação da SIC leva-nos de volta ao escândalo do BPN. Em duas partes, a Grande Reportagem "Depois da Fraude" abordou a herança do banco, explicando o que é a Parvalorem, e hoje mostra os principais devedores da empresa que gere o lixo tóxico. O jornalista Pedro Coelho revelou alguns excertos, no Primeiro Jornal, de "A Cobrança", a segunda parte da história, para ver mais logo no Jornal da Noite da SIC.

  • O que é a Parvalorem?
    1:19

    Economia

    Antes de assistir à Grande Reportagem SIC "Depois da Fraude", é aconselhável assistir a esta reportagem, em que é explicado o que é, afinal, um dos nomes mais referidos no extenso trabalho de investigação: Parvalorem.

  • Marcar cedo e resistir (ou como Portugal venceu Marrocos)

    Mundial 2018 / Portugal

    A seleção nacional alcançou hoje a primeira vitória no Mundial 2018, frente a Marrocos, em Moscovo. Cristiano Ronaldo (outra vez) marcou logo aos quatro minutos. Depois, Portugal pouco mais fez senão aguentar as investidas dos marroquinos, que ficam desde já afastados dos oitavos de final.

  • Fernando Santos dá um puxão de orelhas à equipa
    1:57
  • E vão quatro de Ronaldo
    1:58
  • Ronaldo, o motivador
    3:23
  • Os "memes" do desempenho de Cristiano Ronaldo frente a Marrocos
    1:25
  • Cristiano Ronaldo: o melhor do jogo, o melhor do Mundial, o melhor do mundo

    Mundial 2018 / Portugal

    Apesar da prestação de Rui Patrício na defesa da baliza lusa, Cristiano Ronaldo foi eleito o homem do jogo, pela segunda vez consecutiva, depois de marcar o golo que deu a vitória a Portugal frente a Marrocos. O capitão português ofereceu à equipa os três pontos essenciais para a eventual passagem aos oitavos de final. Mas Ronaldo não fica por aqui. Contas feitas, CR7 é o melhor marcador do Mundial (4 golos em 2 jogos) e já marcou 85 golos por Portugal, feito nunca antes alcançado nem por Eusébio nem por Pauleta. No auge dos 33 anos, há quem diga que Ronaldo "é como o vinho do Porto". Será que ainda vai chegar à marca dos 100? Parece que, para o CR7, nada é impossível.

  • Parecia que Rui Patrício tinha cola nas luvas
    5:40
  • Os momentos descontraídos dos jogadores que estão no Mundial
    1:54
  • Selecionador de Marrocos queixa-se da arbitragem
    1:41
  • Georgina Rodriguez assistiu ao jogo de Portugal e acenou a Ronaldo
    1:05
  • Ronaldo no País dos Sovietes: O humor russo
    1:32
  • Schulz responde a Trump: "é um especialista em estatísticas criminais"

    Mundo

    "Donald Trump é um especialista em estatísticas criminais: pagamentos a estrelas porno, contactos ilegais com russos e diretores de campanha presos". Foi assim que o deputado alemão Martin Schulz respondeu ao Presidente norte-americano, depois de este ter afirmado várias vezes que a criminalidade na Alemanha aumentou devido à imigração.

    SIC

  • "Vou pedir a alguém que dê esta notícia por mim". Jornalista emociona-se com o caso dos bebés mexicanos separados das famílias
    0:49