sicnot

Perfil

Economia

INE revê em baixa valor do défice em 2014 que se mantém nos 4,5%

O INE reviu hoje em baixa o défice das administrações públicas em 2014, apurando um valor de 7.716,9 milhões de euros, uma alteração que mantém o rácio do défice nos 4,5% no ano passado.

(Reuters/ Arquivo)

De acordo com a revisão à primeira notificação do Procedimento dos Défices Excessivos, que o Instituto Nacional de Estatístico (INE) divulgou a 26 de março, o défice orçamental no ano passado foi de 7.716,9 milhões de euros, contra os 7.822,3 milhões que tinham sido inicialmente apurados, uma revisão que não altera o rácio do défice sobre o Produto Interno Bruto (PIB), que foi de 4,5%.

 

O INE indica que "esta revisão deveu-se sobretudo à incorporação de informação entretanto obtida respeitante à contribuição de Portugal para o Orçamento da União Europeia" e destaca que os resultados relativos a 2014 "mantêm uma natureza provisória", até porque "não existe ainda informação suficiente para o registo definitivo da capitalização do Novo Banco".


Lusa

  • Militares da GNR saem hoje à rua em protesto

    País

    A Associação dos Profissionais da Guarda (APG/GNR) e a Associação Nacional de Sargentos da Guarda (ANSG) realizam esta quarta-feira uma ação de protesto em Lisboa devido "à falta de resposta" do Governo às principais reivindicações.

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • Marcelo termina hoje visita de Estado ao Luxemburgo

    País

    O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, termina esta quarta-feira a visita de Estado de dois dias ao Luxemburgo com uma agenda dedicada a projetos em que estão envolvidos portugueses, além de um almoço com o primeiro-ministro luxemburguês.

  • Filhos tentam anular casamento de pai de 101 anos

    País

    O casamento de um homem de 101 anos com uma mulher com metade da idade, em Bragança, está a ser contestado judicialmente pelos filhos do idoso, que acusam aquela que era empregada da família de querer ser herdeira.