sicnot

Perfil

Economia

Standard & Poor's mantém perspetiva negativa para quatro maiores bancos gregos

A agência de 'rating' Standard & Poor's (S&P) mantém a perspetiva negativa para os quatro principais bancos gregos, devido ao risco de entrarem em bancarrota se o país não conseguir financiamento dos parceiros europeus.   

© Yannis Behrakis / Reuters

A S&P mantém a notação do crédito dos quatro principais bancos gregos - Alpha Bank, Eurobank, Banco Nacional da Grécia e Banco do Pireo - em 'CCC+', com perspetiva negativa.

"Sem apoio das autoridades europeias, consideramos que a queda destes bancos parece inevitável nos próximos seis meses, se antes não houver mudanças favoráveis significativas nas circunstâncias destes bancos", refere a S&P num comunicado hoje publicado.

A 15 de abril deste ano a agência tinha baixado a notação do crédito da dívida da Grécia de 'B-' para 'CCC+' devido à incerteza resultante das negociações com os credores do país sobre o desbloqueio do financiamento. 

A agência precisa que as perspetivas são negativas devido ao sentimento de incerteza dos investidores provocado pelo prolongamento das negociações entre o Governo de Alexis Tsipras e os credores oficiais. 

A agência também estimou que a economia grega se contraiu cerca de 1% nos últimos seis meses e sublinhou que as perspetivas de crescimento para este ano são "altamente incertas".

Acresce ainda o facto de que os bancos gregos estão a ser sujeitos a mais pressões por falta de liquidez, e as saídas de capitais, que começaram em dezembro do ano passado, continuaram em março e princípios de abril, adianta o comunicado.

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.