sicnot

Perfil

Economia

Standard & Poor's mantém perspetiva negativa para quatro maiores bancos gregos

A agência de 'rating' Standard & Poor's (S&P) mantém a perspetiva negativa para os quatro principais bancos gregos, devido ao risco de entrarem em bancarrota se o país não conseguir financiamento dos parceiros europeus.   

© Yannis Behrakis / Reuters

A S&P mantém a notação do crédito dos quatro principais bancos gregos - Alpha Bank, Eurobank, Banco Nacional da Grécia e Banco do Pireo - em 'CCC+', com perspetiva negativa.

"Sem apoio das autoridades europeias, consideramos que a queda destes bancos parece inevitável nos próximos seis meses, se antes não houver mudanças favoráveis significativas nas circunstâncias destes bancos", refere a S&P num comunicado hoje publicado.

A 15 de abril deste ano a agência tinha baixado a notação do crédito da dívida da Grécia de 'B-' para 'CCC+' devido à incerteza resultante das negociações com os credores do país sobre o desbloqueio do financiamento. 

A agência precisa que as perspetivas são negativas devido ao sentimento de incerteza dos investidores provocado pelo prolongamento das negociações entre o Governo de Alexis Tsipras e os credores oficiais. 

A agência também estimou que a economia grega se contraiu cerca de 1% nos últimos seis meses e sublinhou que as perspetivas de crescimento para este ano são "altamente incertas".

Acresce ainda o facto de que os bancos gregos estão a ser sujeitos a mais pressões por falta de liquidez, e as saídas de capitais, que começaram em dezembro do ano passado, continuaram em março e princípios de abril, adianta o comunicado.

  • Leão de Ouro de Souto de Moura faz "muito bem à alma" dos portugueses
    1:53
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos. Depois de um curso intensivo de português durante três meses, os jovens vão iniciar o ano letivo em vários pontos do país.

  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57