sicnot

Perfil

Economia

Rui Rio considera plano macroeconómico do PS "perigoso" e "arriscado"

Rui Rio considera plano macroeconómico do PS "perigoso" e "arriscado"

Rui Rio considera o plano macroeconómico do PS, apresentado esta semana, perigoso e arriscado, e diz que pode ter o efeito contrário ao que se espera.

  • Propostas do cenário macroeconómico do PS discutidas no Largo do Rato
    1:35

    País

    À chegada ao largo do Rato, os membros da comissão política do PS comentaram as propostas apresentadas na passada terça-feira.Pedro Silva Pereira e António Galamba consideram que, com esta base de programa, o PS assume que é alternativa de Governo. Já Ana Gomes disse que veio ouvir, sobretudo, a explicação das opções políticas socialistas.

  • Costa rejeita críticas do governo e diz que plano do PS é exequível
    1:28

    País

    À saída da reunião da bancada socialista, na Assembleia da República, António Costa rejeitou as críticas do Governo a eventuais consequências ruinosas caso seja aplicado o plano macroeconómico socialista O secretário-geral do PS garante que o plano é exequível se se mantiver esta realidade ao nível europeu.

  • Era bom que trocássemos umas ideias sobre o assunto*

    António José Teixeira

    O cenário macroeconómico para os próximos quatro anos, que António Costa encomendou a 12 economistas (em rigor serão 11 mais um jurista), parece ir além do que se poderia esperar de uma previsão de comportamento das variáveis económicas em função de determinados objectivos políticos. Desde logo porque faz opções políticas concretas, seja sobre o papel do Estado, seja sobre as áreas a privilegiar, seja quanto ao futuro da segurança social, seja por apostar mais na procura do que na oferta... O PS não está a testar objectivos, ou mesmo políticas, na prática está a apresentar por interpostos economistas um programa eleitoral, muito pormenorizado, repleto de medidas concretas.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Guterres apela à Coreia do Norte para cumprir resoluções

    Mundo

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, apelou este sábado ao ministro do Exterior da Coreia do Norte, Ri Yong Ho, para o cumprimento das resoluções que o Conselho de Segurança impôs ao país em resposta à sua escalada armada.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.