sicnot

Perfil

Economia

Grécia aprova transferência de fundos públicos para o Governo

Protestos na Grécia contra a transferência de fundos de organismos públicos e autoridades locais para o banco central do país.

© Alkis Konstantinidis / Reuter

A lei foi aprovada ontem à noite, no parlamento, para responder às dificuldades financeiras do Estado. 

A decisão foi muito criticada pelos partidos da oposição que qualificaram o decreto de "anticonstitucional" e está a provocar a ira dos representantes dos organismos afectados.

Cerca de 1400 entidades locais, incluindo hospitais, universidades e colectividades acusam o governo de interferir na gestão dos seus fundos.

O governo precisa de 3 mil milhões nos próximos 15 dias para cobrir necessidades urgentes.

De acordo com estimativas governamentais esta medida vai permitir que consiga pelo menos 1,5 mil milhões, embora haja jornais a garantirem que pode render apenas 400 milhões de euros.

  • Eurogrupo reunido sem perspetivas de acordo sobre a Grécia
    0:27

    Economia

    O Eurogrupo está hoje reunido em Riga, na Letónia, para analisar o estado das negociações com a Grécia. Os 28 voltam a discutir a situação grega, mas sem perspetivas de chegarem ainda hoje a um acordo. À entrada para o encontro, o Comissário Europeu para os Assuntos Económicos e Financeiros, Pierre Moscovici, admitiu que as negociações têm decorrido de forma demasiado lenta.

  • Eurogrupo "frustrado" e sem acordo com a Grécia
    0:25

    Economia

    A reunião do Eurogrupo terminou sem acordo para a Grécia. O país está numa situação cada vez mais difícil. À saída, a ministra das Finanças reconheceu que o acordo é a melhor solução para todas as partes e que houve um tom de frustração durante o encontro.

  • Presidente do Eurogrupo avisa que Grécia está a ficar sem tempo
    0:33

    Economia

    Terminou a reunião do Eurogrupo, em Riga, na Letónia, sem acordo para a Grécia. O presidente do Eurogrupo disse na conferência de imprensa final que houve sinais positivos nas negociações mas que ainda há um longo caminho a percorrer. Jeroen Dusselbloem reforçou que o tempo para a Grécia está a esgotar-se.

  • Varoufakis acredita em acordo apesar das diferenças
    0:58

    Economia

    Depois de três meses de negociações, a Grécia ainda não chegou a acordo com os credores internacionais. O ministro das Finanças, Yanis Varoufakis, diz que há membros da zona euro que continuam a fazer exigências irrealistas que o Governo de Atenas não pode cumprir.

  • Admissão de efetivos nas Forças Armadas aquém do pedido pelas chefias
    1:42

    País

    O Ministério das Finanças autorizou a admissão de mais efetivos nas forças armadas, este ano mas a integração fica muito abaixo do número pedido pelas chefias militares. Mário Centeno só terá autorizado a integração de cerca de três mil militares em vez das cinco mil vagas propostas pelas chefias do Exército, Força Aérea e Marinha.

  • Pyongyang acusa Washington de atirar "achas para a fogueira"
    1:47

    Mundo

    A Coreia do Sul e os Estados Unidos iniciaram esta segunda-feira exercícios militares conjuntos. As manobras militares procuram ensaiar respostas a uma hipotética invasão da Coreia do Norte. Pyongyang já reagiu e diz que Washington está a atirar "achas para a fogueira". 

  • "É muito importante que os EUA mostrem determinação política e militar"
    0:50

    Mundo

    Os exércitos da Coreia do Sul e dos Estados Unidos iniciaram hoje as manobras anuais numa altura marcada pela recente escalada de tensão entre Pyongyang e Washington. Para Miguel Monjardino, comentador da SIC, estes exercícios militares são encarados como uma provocação para a Coreia do Norte. Monjardino defende que é importante que os EUA mostrem determinação no atual clima de tensão nuclear.

  • China prepara-se para inaugurar comboio mais rápido do mundo
    1:08
  • Morreu o rei da comédia
    2:08

    Cultura

    Um dos grandes nomes do humor norte-americano morreu ontem, aos 91 anos. Jerry Lewis era comediante, ator, argumentista, cantor e realizador. Considerado o rei da comédia, Lewis influenciou diferentes gerações de comediantes e foi defensor de várias causas humanitárias, entre as quais a distrofia muscular.

  • A insólita entrevista de Jerry Lewis que se tornou viral
    2:39

    Cultura

    Jerry Lewis concedeu no início deste ano uma entrevista insólita que se tornou viral nas redes sociais. O comediante decidiu, pura e simplesmente, não colaborar com o entrevistado. Lewis tinha na altura 90 anos e continuava a trabalhar, tendo participado no filme "Max Rose", em 2016.