sicnot

Perfil

Economia

Grécia aprova transferência de fundos públicos para o Governo

Protestos na Grécia contra a transferência de fundos de organismos públicos e autoridades locais para o banco central do país.

© Alkis Konstantinidis / Reuter

A lei foi aprovada ontem à noite, no parlamento, para responder às dificuldades financeiras do Estado. 

A decisão foi muito criticada pelos partidos da oposição que qualificaram o decreto de "anticonstitucional" e está a provocar a ira dos representantes dos organismos afectados.

Cerca de 1400 entidades locais, incluindo hospitais, universidades e colectividades acusam o governo de interferir na gestão dos seus fundos.

O governo precisa de 3 mil milhões nos próximos 15 dias para cobrir necessidades urgentes.

De acordo com estimativas governamentais esta medida vai permitir que consiga pelo menos 1,5 mil milhões, embora haja jornais a garantirem que pode render apenas 400 milhões de euros.

  • Eurogrupo reunido sem perspetivas de acordo sobre a Grécia
    0:27

    Economia

    O Eurogrupo está hoje reunido em Riga, na Letónia, para analisar o estado das negociações com a Grécia. Os 28 voltam a discutir a situação grega, mas sem perspetivas de chegarem ainda hoje a um acordo. À entrada para o encontro, o Comissário Europeu para os Assuntos Económicos e Financeiros, Pierre Moscovici, admitiu que as negociações têm decorrido de forma demasiado lenta.

  • Eurogrupo "frustrado" e sem acordo com a Grécia
    0:25

    Economia

    A reunião do Eurogrupo terminou sem acordo para a Grécia. O país está numa situação cada vez mais difícil. À saída, a ministra das Finanças reconheceu que o acordo é a melhor solução para todas as partes e que houve um tom de frustração durante o encontro.

  • Presidente do Eurogrupo avisa que Grécia está a ficar sem tempo
    0:33

    Economia

    Terminou a reunião do Eurogrupo, em Riga, na Letónia, sem acordo para a Grécia. O presidente do Eurogrupo disse na conferência de imprensa final que houve sinais positivos nas negociações mas que ainda há um longo caminho a percorrer. Jeroen Dusselbloem reforçou que o tempo para a Grécia está a esgotar-se.

  • Varoufakis acredita em acordo apesar das diferenças
    0:58

    Economia

    Depois de três meses de negociações, a Grécia ainda não chegou a acordo com os credores internacionais. O ministro das Finanças, Yanis Varoufakis, diz que há membros da zona euro que continuam a fazer exigências irrealistas que o Governo de Atenas não pode cumprir.

  • "Cada drama, cada problema, cada testemunho, impressiona muito"
    1:55
  • Clínica veterinária em Tondela recebeu dezenas de animais feridos nos fogos
    2:57

    País

    Tondela foi um dos municípios mais atingidos pelo incêndio, deixando dezenas de animais feridos e perdidos no concelho. Várias clínicas veterinárias são agora um porto de abrigo e, em alguns casos, um ponto de encontro. Muitos dos animais chegaram recolhidos por voluntários e a maior parte dos casos são animais que, no momento de aflição, foram soltos pelos donos e salvos pelo instituto de sobrevivência.

  • Temperaturas sobem até ao final do mês
    1:09

    País

    O tempo não dá tréguas e, até ao final do mês, as temperaturas vão atingir valores acima do normal para esta época do ano. As temperaturas máximas vão subir entre os 25 e os 32 graus. O risco de incêndio aumenta a partir desta segunda-feira em todo o país e os meios aéreos, viaturas, operacionais e equipas de patrulha vão ser reforçados.

  • Maioria das praias do Algarve já não tem nadador-salvador
    2:19

    País

    A lei não obrigada os concessionários a garantir o serviço e, por isso, a esmagadora maioria das praias do Algarve está sem vigilância desde 30 de setembro. Ainda assim, os areais vão atraindo milhares de banhistas com as temperaturas altas que ainda se fazem sentir. Um nadador-salvador recomenda os banhistas a não nadar e, em dias de ondulação, evitar caminhadas à beira-mar.

  • Parlamento catalão vai responder à ativação do artigo 155
    1:54
  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC

  • Quando o cão de Macron fez chichi no gabinete do Presidente francês
    0:31