sicnot

Perfil

Economia

FMI pronto para avaliar necessidades financeiras do Nepal após forte sismo

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI) afirmou, este sábado, que o organismo está pronto para avaliar rapidamente as necessidades financeiras do Nepal, onde um forte sismo fez mais de mil mortes.

© Yuri Gripas / Reuters

"Uma equipa do FMI está pronta para seguir para o Nepal o mais rapidamente possível, a fim de ajudar o governo a avaliar a situação macroeconómica e a determinar as necessidades financeiras", afirmou Christine Lagarde em comunicado.

Segundo a mesma responsável, o FMI está a coordenar-se com o Banco Mundial, com o Banco Asiático de Desenvolvimento e outras organizações "para avaliar o impacto da catástrofe natural no país e determinar como ajudar da melhor forma possível".

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, também anunciou que a organização está a preparar "um grande esforço" de assistência ao Nepal.

Um terramoto de 7,8 na escala de Richter sacudiu o Nepal, causando perto de 1.200 mortos, segundo um balanço provisório divulgado na noite de sábado.

Trata-se do sismo mais mortífero registado no Nepal desde 1934.

  • Nepal volta a tremer, novo balanço aponta para mais de 2.000 mortos

    Sismo no Nepal

    O último balanço das autoridades dá conta de mais de 2 mil mortos. O sismo de ontem é o maior dos últimos 80 anos. Provocou ainda avalanchas no Evereste e vítimas no Tibete e na Índia.Uma violenta réplica de magnitude 6,7 na escala de Richter abalou hoje o Nepal, um dia depois de um sismo devastador ter atingido o país e causado mais de 2.000 mortes, assim como na China e Índia, anunciou o Instituto Norte-Americano de Geofísica (USGS).

  • Terra volta tremer no Nepal e na Índia
    2:25

    Sismo no Nepal

    Um novo sismo de magnitude 6,7 na escala de Richter voltou a abalar o Nepal. Ainda não há muitas informações, mas sabe-se que, foi também sentido em Nova Deli, na Índia. Ontem, o país sofreu um outro poderoso abalo, de magnitude 7,8 que terá provocado a morte a mais de 2 mil pessoas. Há ainda mais de 5 mil feridos. Ao país começam hoje a chegar equipas e recursos enviados pela comunidade internacional que se disponibilizaram a ajudar.

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.