sicnot

Perfil

Economia

Paulo Portas na Bolsa de Nova Iorque para "vender, vender, vender"

O vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, iniciou hoje na Bolsa de Nova Iorque uma viagem aos Estados Unidos com o objetivo de captar investimento estrangeiro e estimular as exportações.

M\303\201RIO CRUZ

"Esta visita podia resumir-se em duas palavras: vender, vender, vender, exportações portuguesas, marcas portuguesas, produtos portugueses; captar, captar, captar, investimento, porque esta é a altura de olhar para Portugal a sério", disse Paulo Portas em declarações à agência Lusa. 

Durante a visita, Paulo Portas reuniu-se com representantes da bolsa nova-iorquina, incluindo o seu presidente, Tom Farley. 

Durante as conversas, o responsável lembrou os valores do crescimento económico, das exportações, os números "extraordinários" do turismo e "os melhores índices de confiança de consumidores desde 2002 e de empresas desde 2008".

"Há uma explicação que é preciso dar todos os dias sobre a situação económica em Portugal", disse o responsável à Lusa. 

Paulo Portas participa ainda hoje na IV Reunião das Câmaras Portuguesas no Estrangeiro.

"[Estas instituições] ajudam a promover as nossas marcas, os nossos produtos. Há uns anos [as exportações] eram 28% do PIB [Produto Interno Bruto], agora são 41% e vão continuar a subir", afirmou Paulo Portas. 

O vice-primeiro-ministro lembrou ainda a importância dos Estados Unidos da América (EUA), recordando que cerca de 2.500 empresas portuguesas exportam atualmente para o país.  

"Os EUA eram o nosso sexto mercado e neste momento são o quinto. Nos últimos quatro anos, [as exportações] passaram de 1.100 milhões de euros para 2.100 [milhões]. Praticamente duplicaram", disse, garantindo que estes valores podem continuar a crescer. 

Lusa
  • Todos os distritos sob Aviso Amarelo devido ao frio

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera colocou Portugal continental sob Aviso Amarelo na quarta e na quinta-feira. Os termómetros vão estar abaixo de zero em todo o território, à exceção dos distritos de Lisboa, Porto e Faro.

  • Motim em prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos
    1:09

    Mundo

    Um novo motim numa prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos. A prisão, que é a maior do Estado do Rio Grande do Norte, tem capacidade para 600 reclusos mas acolhe quase o dobro. Após o motim de 14 horas, a polícia já tem o controlo total da prisão.

  • Aqui também se vive
    16:07
  • Austrália condena Japão por caça de baleias no Oceano Antártico

    Mundo

    O Governo da Austrália condenou hoje o Japão por retomar a caça de baleias no Oceano Antártico, após a divulgação de imagens de um cetáceo morto a bordo de um barco japonês que se encontrava em águas protegidas.O ministro do Ambiente, Josh Frydenberg, manifestou "profunda deceção", um dia depois de a organização Sea Shepherd divulgar fotografias e vídeos de uma baleia minke no barco japonês Nisshin Maru.