sicnot

Perfil

Economia

Carlos Silva junta-se ao protesto dos inspectores do trabalho em Lisboa

Dezenas de trabalhadores da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT), vestidos de preto, protestam hoje em Lisboa em frente ao Centro Cultural Casapiano, onde se comemora o Dia Nacional da Prevenção e Segurança no Trabalho. O secretário-geral da UGT, Carlos Silva, juntou-se ao protesto como "demonstração de solidariedade por uma luta que é justa".

Secretário-geral da UGT, Carlos Silva (Lusa/Arquivo)

Secretário-geral da UGT, Carlos Silva (Lusa/Arquivo)

MIGUEL A. LOPES

"Estamos de preto porque, como trabalhadores da ACT, estamos de luto", disse a presidente do Sindicato dos Inspetores do Trabalho (SIT), Armanda Carvalho.

 

Desde as 00:00 de hoje, e por 24 horas, decorre uma greve dos trabalhadores da ACT, a primeira realizada em 20 anos, num protesto contra a falta de condições de trabalho.

 

"Precisamos de mais inspetores e técnicos de formação superior para que os atuais 250 inspetores, que são poucos, não sejam desviados para outras funções [que não as de inspeção] ", alertou Armanda Carvalho.

 

Na opinião da sindicalista, são necessários 500 inspetores, mas neste momento estão em funções 300, dos quais 50 com tarefas mais administrativas, como a instrução de processos de contraordenação às empresas.

 

Carlos Silva criticou ainda "o esvaziamento de poderes" da ACT, promovido pela tutela, que retirou a esta Autoridade a inspeção das condições de trabalho da administração pública, que é agora da responsabilidade do Ministério das Finanças.

 

"Que o Estado é mau patrão já todos sabemos", disse Carlos Silva, lamentando a falta de inspeção às condições de trabalho dos funcionários públicos.

 

José Abraão, secretário-geral do Sindicato Trabalhadores Administração Pública (SINTAP), falou mesmo numa "catástrofe nacional" de mortes por acidentes de trabalho: "Por ano, morrem 140 trabalhadores, este ano já foram mais de 30, podia haver uma redução de acidentes com outro tipo de intervenção".

 

Em frente ao local do protesto dos trabalhadores da ACT, no Centro Cultural Casapiano, estiveram a presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves, o inspetor-geral da ACT, Pedro Pimenta Braz, e representantes dos grupos parlamentares, para assinalar o Dia Nacional e Internacional da Prevenção, Segurança e Saúde no Trabalho.


Com Lusa

  • "O primeiro-ministro resolveu destrunfar pondo-se aos gritos contra a Altice"
    1:19

    País

    António Lobo Xavier considera que o primeiro-ministro fez declarações públicas de julgamento e interferência no mercado quando falou sobre a Altice. Para o comentador da Quadratura do Círculo, António Costa receou que o processo fosse parecido à alegada tentativa de instrumentalização da TVI por José Sócrates.

  • Hoje, o Primeiro Jornal esteve em Leiria
    1:13
  • Nova tecnologia provoca a queda de drones
    1:39

    País

    Um dia depois da divulgação das medidas de identificação e da obrigatoriedade de seguro para os drones, sabe-se agora que vem aí uma tecnologia para a deteção de drones e respetivos operadores, com capacidade para neutralizar os aparelhos. O início dos testes está previsto para o final do mês, na altura em que a nova legislação será publicada. 

  • "Estamos a perder tempo adiando a descentralização"
    1:29
  • Fãs choram morte de Chester Bennington
    2:12
  • Bigode de Salvador Dalí está intacto, às "10 para as 10"

    Cultura

    O corpo do pintor surrealista catalão foi ontem exumado no Teatro-Museo de Figueres, por ordem de um tribunal de Madrid, para um exame de determinação de paternidade de Pilar Abel, que alega ser filha do artista. O pintor que morreu há 28 anos foi embalsamado e mumificado pelo que o corpo continua preservado e o famoso bigode levantado.

  • Alunos de medicina fazem rastreios porta-a-porta em Belmonte
    2:18

    País

    Cerca de 60 estudantes de vários pontos do país estão em Belmonte, onde vão realizar várias atividades ligadas à saúde durante quatro dias. A SIC acompanhou esta sexta-feira o trabalho na aldeia de Colmeal da Torre. Os alunos fazem rastreios à glicemia, medição da tensão arterial e avaliação da percentagem de gordura corporal; e o objetivo é sensibilizar a população para a importância de hábitos e estilos de vida saudáveis.