sicnot

Perfil

Economia

Desemprego desce para 13,5% em março

A taxa de desemprego foi de 13,5% em março, menos 0,1 pontos percentuais (p.p.) do que em fevereiro e menos 1,2 pontos percentuais face ao período homólogo, segundo estimativas provisórias do Instituto Nacional de Estatística.

O Instituto de Emprego e Formação Profissional acredita que o número pode vir a crescer tendo em conta a reação, quer por parte das empresas quer dos desempregados nesta fase de lançamento. (Arquivo)

O Instituto de Emprego e Formação Profissional acredita que o número pode vir a crescer tendo em conta a reação, quer por parte das empresas quer dos desempregados nesta fase de lançamento. (Arquivo)

Lusa

No documento hoje divulgado, o Instituto Nacional de Estatística (INE) revê em baixa a taxa de desemprego de fevereiro, que passou de 14,1%, conforme foi divulgado no mês passado, para 13,6%, segundo os dados de hoje.

Em março, a estimativa provisória da população desempregada foi de 692,6 mil pessoas, menos 6,8 mil (ou diminuição de 1%) face ao mês anterior, segundo a estimativa do INE.

A população empregada era de 4.440,1 mil pessoas, mais 6,3 mil pessoas (ou mais 0,1%) do que em fevereiro. 

A população empregada aumentou para os adultos, de entre 25 a 74 anos (0,3%; 12,4 mil), para os homens (0,2%; 3,5 mil) e para as mulheres (0,1%; 2,8 mil). Já para os jovens (15 a 24 anos) verificou-se uma queda (-2,4%, ou seja menos seis mil pessoas).

A taxa de emprego situou-se em 56,7%, tendo aumentado 0,1 pontos percentuais face a fevereiro.

A taxa de emprego dos homens (60,6%) superou a das mulheres (53,1%) em 7,5 pontos percentuais, aumentando ambas face a fevereiro 0,2 pontos percentuais e 0,1 pontos percentuais, respetivamente.

A taxa de emprego dos adultos foi 62,4% e a dos jovens foi 21,9%, com a primeira a aumentar 0,2 pontos percentuais e a segunda a cair 0,6 pontos percentuais.

Em março, a população desempregada caiu em todos os grupos analisados: mulheres (1,4%; 5,1 mil), adultos (0,7%; 4,3 mil), jovens (2,0%; 2,5 mil) e homens (0,5%; 1,8 mil).

"A evolução da taxa de desemprego nos meses mais recentes caracterizou-se por alguma instabilidade (alternando entre acréscimos e decréscimos mensais de reduzida dimensão relativa), o que poderá evidenciar uma trajetória ainda indefinida no mercado de trabalho", lê-se no documento.

A taxa de desemprego das mulheres (14,1%) ultrapassou a dos homens (12,9%) em 1,2 pontos percentuais e as duas diminuíram em relação ao mês anterior (0,2 pontos percentuais e 0,1 pontos percentuais, respetivamente).

A taxa de desemprego dos jovens situou-se em 33,8%, o que representa um aumento de 0,1 pontos percentuais face a fevereiro e a taxa de desemprego dos adultos fixou-se em 11,9%, caindo 0,2 pontos percentuais face ao mês anterior.

Para estas estimativas foi considerada a população dos 15 aos 74 anos e os valores foram previamente ajustados de sazonalidade.

Em março, a estimativa provisória da taxa de desemprego não ajustada de sazonalidade foi 13,7%, tendo diminuído 0,3 pontos percentuais face ao mês anterior e 1,3 pontos percentuais relativamente a março de 2014.


Lusa
  • NATO retoma diálogo com a Rússia

    Mundo

    O Conselho da NATO - Rússia foi instituído em 2002 e decorreu sem interrupções até à anexação da Crimeia, em 2014. O conflito separatista na Ucrânia dividiu a Aliança Atlântica e Moscovo e suspendeu toda a colaboração prática - desde civil a militar. Agora e na véspera da primeira reunião ministerial em Bruxelas com o estreante secretário de Estado americano Rex Tillerson, os países da NATO tentam a aproximação formal e reativação do diálogo político com Moscovo.

  • O poder da linguagem corporal nos tribunais
    9:12

    País

    Rui Mergulhão Mendes, especialista em 'profiling' na Emotional Business Academy, em Lisboa, esteve na Edição da Noite desta quarta-feira para explicar como é que um especialista em linguagem pode ajudar um tribunal a dar um veredito.