sicnot

Perfil

Economia

Bruxelas revê em alta previsão de crescimento da Alemanha em 2015

A Comissão Europeia reviu hoje em alta as perspetivas de crescimento da Alemanha para este ano, estimando agora um crescimento do PIB de 1,9%, graças a um "mercado laboral robusto" e a "condições de financiamento favoráveis".

© Hannibal Hanschke / Reuters

Depois de o ano passado o Produto Interno Bruto (PIB) ter avançado 1,6%, segundo Bruxelas, para este ano é esperado um crescimento de 1,9%, acima da anterior previsão de 1,5%.

Segundo as previsões de primavera, hoje divulgadas, a economia alemã será beneficiada por um mercado de trabalho forte e condições de financiamento que sustentarão a procura interna. Também a queda do preços do petróleo e a desvalorização do euro irão dar um ajuda.

Bruxelas antevê ainda que uma descida da taxa de desemprego, que passa dos 5% em 2014 para 4,6% em 2015, enquanto a inflação manterá a tendência de queda que vem seguindo, de 0,8% no último ano para 0,3% em 2015. 

Este valor fica, ainda assim, acima dos 0,1% anteriormente previstos. 

Tal como nas previsões de inverno, a Comissão antecipa que o investimento privado vai melhorar, mas de forma hesitante, enquanto o investimento público deverá aumentar.

Para 2016, a Comissão prevê que o crescimento avance para 2% e a taxa de desemprego volte a descer para 4,4%.

Bruxelas reviu ainda hoje as previsões de excedentes orçamentais, estimando agora que a Alemanha apresente 'superavits' de 0,6% em 2015 e 0,5% em 2016, isto depois do excedente recorde de 0,7% registado em 2014. 

Esta melhoria das perspetivas deve-se em muito à expectativa quanto aos efeitos positivos nas receitas públicas do mercado de trabalho e do consumo. 

Quanto à dívida pública, esta deverá manter a trajetória de descida para 71,5% do PIB em 2015 e 68,2% do PIB em 2016.



  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.