sicnot

Perfil

Economia

Bruxelas sem entraves à proposta de aquisição do BPI pelo CaixaBank

A Comissão Europeia aprovou hoje a proposta de aquisição do BPI pelos espanhóis do CaixaBank, após concluir que a operação não levantaria preocupações ao nível das regras europeias de concorrência.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

Segundo o executivo comunitário, que tinha até 13 de maio para se pronunciar sobre a notificação, recebida a 07 de abril, da Oferta Pública de Aquisição (OPA) do CaixaBank sobre o BPI, as quotas de mercado combinadas das duas instituições bancárias "são muito baixas", pelo que não há risco de distorções ao nível da concorrência.


Em fevereiro, o catalão CaixaBank, maior acionista do BPI, com 44,1% do capital, anunciou a intenção de lançar uma OPA sobre o banco liderado por Fernando Ulrich.


Segundo o anúncio preliminar, o CaixaBank condiciona a oferta à eliminação do limite de 20% dos direitos de voto atualmente existente no BPI (apesar dos 44% de capital social que detém, o CaixaBank vota apenas com 20%) e a que a oferta supere os 50% do capital.


O CaixaBank propõe adquirir a maioria do capital do BPI por 1,329 euros por ação.


O banco catalão é o maior acionista do BPI, contando com quatro membros no Conselho de Administração, seguindo-se a empresária angolana Isabel dos Santos, através da Santoro, com 18,6% (que propôs uma eventual fusão entre o BPI e BCP) e o Grupo Allianz, com 8,4%.


A "luz verde" da Comissão Europeia, depois de uma análise ao impacto da operação, era necessária para o processo poder avançar.



Lusa
  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Salah Abdeslam deixa cadeira vazia na leitura da sua sentença
    2:05

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo: um tiroteio em março de 2016, em Bruxelas. Tanto Salah Abdeslam como o cúmplice não quiseram estar na leitura da sentença. O julgamento de Salah Abdeslam pelos ataques de Paris só deverá acontecer no próximo ano, em França.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.