sicnot

Perfil

Economia

Estudo indica que licenciaturas com estágios reduzem risco de desemprego

Os estágios curriculares na licenciatura ajudam a reduzir em 15% o risco de desemprego dos licenciados, podendo essa percentagem ser de 27% no ensino politécnico, segundo um estudo hoje divulgado pela Universidade de Aveiro.

SIC

Trata-se do primeiro estudo realizado no país sobre o impacto da existência de estágios curriculares na empregabilidade dos licenciados, da responsabilidade da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda (ESTGA), um dos polos da Universidade de Aveiro.

"A existência de estágios curriculares nas licenciaturas disponíveis em Portugal tende a reduzir as taxas de desemprego dos licenciados em cerca de 15%. Quando aplicado ao ensino superior politécnico, o modelo de análise desenvolvido sugere que a redução da taxa de desemprego tende a ser de 27%", conclui o estudo da ESTGA. 

Os resultados sugerem, ainda, que a redução da taxa de desemprego é maior (37%) quando os estágios são faseados, por comparação com o modelo de estágios únicos e tendencialmente no final da licenciatura (15%).

"O estudo mostra que os estágios contribuem efetivamente para a empregabilidade dos licenciados, principalmente se forem estágios faseados ao longo do curso", aponta Gonçalo Paiva Dias, coordenador da equipa do projeto.

A investigação daquela escola politécnica da Universidade de Aveiro analisou todos os cursos de licenciatura existentes no país, com base nos dados de desemprego registados no IEFP em junho de 2013, num total de 1.158 licenciaturas das 1.621 existentes, tanto públicas como privadas. 

Segundo Gonçalo Paiva Dias, "48% incluem algum tipo de estágio nos respetivos planos curriculares, percentagem que é bastante mais significativa no ensino superior politécnico, em que 65% das licenciaturas incluem estágio, do que no ensino superior universitário, em que apenas 28% os incluem". 

Essa percentagem, sublinha o investigador, "é também maior no ensino superior privado, com 56% das licenciaturas a incluírem estágio, enquanto no ensino superior público apenas 44% os integram". 

Em Portugal, de acordo com os dados do Instituto Nacional de Estatística, a taxa de desemprego entre os jovens, no primeiro trimestre de 2013, foi de 42,1%. 

"Embora esta taxa seja inferior entre os licenciados é, no entanto, preocupante, uma vez que tem vindo a aumentar concomitantemente com a visibilidade social do desemprego neste grupo de jovens", alerta o investigador. 


Lusa
  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.