sicnot

Perfil

Economia

FMI não pede alívio da dívida da Grécia mas não afasta a possibilidade

O Fundo Monetário Internacional (FMI) indicou hoje que não está a pedir, neste momento, um alívio da dívida da Grécia, mas considerou que quanto mais Atenas se afasta do programa fixado, mais essa eventualidade deve ser considerada.

Reuters

"Durante a reunião do Eurogrupo, em Riga, no mês passado, o FMI não insistiu numa flexibilização considerável da dívida como algumas informações na imprensa referem", indicou a instituição em comunicado.

O FMI apontou que "quanto maior for o afastamento entre as medidas decididas e os objetivos iniciais de 2012, maior será a necessidade de um financiamento suplementar e de uma redução da dívida para tornar essa dívida do país sustentável". 

O representante do FMI Poul Thomsen sublinhou aos parceiros que é preciso considerar uma "troca" entre a aplicação de reformas e medidas de alívio da dívida e que a não aplicação das primeiras tornaria as segundas mais necessárias, explica o comunicado.

Esta declaração foi divulgada depois de Atenas ter afirmado que não espera chegar a acordo com os parceiros no Eurogrupo da próxima segunda-feira.

Em comunicado o governo grego considerou que as divergências entre os credores impossibilitam um compromisso e acusou a União Europeia (UE) e o FMI de seguirem "estratégias diferentes". 


Lusa
  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.