sicnot

Perfil

Economia

FMI não pede alívio da dívida da Grécia mas não afasta a possibilidade

O Fundo Monetário Internacional (FMI) indicou hoje que não está a pedir, neste momento, um alívio da dívida da Grécia, mas considerou que quanto mais Atenas se afasta do programa fixado, mais essa eventualidade deve ser considerada.

Reuters

"Durante a reunião do Eurogrupo, em Riga, no mês passado, o FMI não insistiu numa flexibilização considerável da dívida como algumas informações na imprensa referem", indicou a instituição em comunicado.

O FMI apontou que "quanto maior for o afastamento entre as medidas decididas e os objetivos iniciais de 2012, maior será a necessidade de um financiamento suplementar e de uma redução da dívida para tornar essa dívida do país sustentável". 

O representante do FMI Poul Thomsen sublinhou aos parceiros que é preciso considerar uma "troca" entre a aplicação de reformas e medidas de alívio da dívida e que a não aplicação das primeiras tornaria as segundas mais necessárias, explica o comunicado.

Esta declaração foi divulgada depois de Atenas ter afirmado que não espera chegar a acordo com os parceiros no Eurogrupo da próxima segunda-feira.

Em comunicado o governo grego considerou que as divergências entre os credores impossibilitam um compromisso e acusou a União Europeia (UE) e o FMI de seguirem "estratégias diferentes". 


Lusa
  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52