sicnot

Perfil

Economia

Greve vai a meio e TAP admite mais dificuldades

Greve vai a meio e TAP admite mais dificuldades

Ao quinto dia, o impacto da greve dos pilotos da TAP e Portugália parece continuar abaixo do previsto pelo sindicato. Ainda assim, há casos de passageiros a desesperar por um voo.

  • Pilotos da TAP admitem prolongar atual período de greve
    2:53

    Economia

    Os pilotos da TAP admitem prolongar o atual período de greve. Para domingo está marcada uma nova assembleia geral onde vão ser discutidas novas formas de luta, se até lá não se resolver o braço de ferro com a TAP e o governo. O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil admite que o prolongamento da greve é uma das hipóteses, tal como novas paralisações na última semana de maio ou na época de feriados de junho. De acordo com o Diário Económico, o fundo de greve criado pelo sindicato para pagar a perda salarial dos pilotos permite suportar mais de 15 dias de paralisação.

  • Situação pode piorar nos próximos dias, diz porta-voz da TAP
    0:41

    País

    A TAP diz ter conseguido reprogramar, ontem, alguns dos voos previstos para esta manhã, diminuido assim o transtorno para os passageiros. Para hoje, a companhia prevê que a operação nos aeroportos portugueses, seja semelhante à dos dias anteriores, mas a situação pode piorar nos próximos dias.

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC