sicnot

Perfil

Economia

PSD defende subconcessão do Metro e Carris como "boa solução"

A Concelhia de Lisboa do PSD defendeu hoje que a subconcessão do Metro e da Carris é uma boa solução para os transportes e apelou ao presidente da Câmara que se foque na resolução dos problemas da cidade. 

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

"Aquilo que é importante é a Câmara tentar pensar, e começar a colaborar, como é que pode criar mais corredores Bus, como é que pode resolver os problemas da cidade e não dificultar a privatização [subconcessão da Carris e do Metro], que é uma coisa muito importante para a cidade de Lisboa", disse o presidente da Concelhia social-democrata, Mauro Xavier.

 

O PSD/Lisboa apelou ao presidente da Câmara para "não fazer política com os transportes" e para se focar na resolução dos problemas, "porque nos últimos 30 anos o que tem acontecido é só problemas na área dos transportes".

 

"A solução do Governo é uma boa solução, é uma solução importante para a cidade de Lisboa. Todas as pessoas que vivem em Lisboa estão fartas destas greves que impedem a utilização, estão fartas de ver o escalar dos preços e (...) precisamos de encontrar uma alternativa boa para a cidade. Portanto, o presidente da Câmara que se foque na resolução dos problemas e não em criar mais problemas", acrescentou.

 

Esta posição de Mauro Xavier surge um dia depois de o presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina (PS), ter anunciado na Assembleia Municipal que o Tribunal Administrativo de Lisboa aceitara as providências cautelares interpostas pela autarquia contra a subconcessão da Carris e do metro e que os concursos se encontravam suspensos.

 

As providências cautelares apresentadas foram dirigidas à suspensão do concurso pelas empresas, mas o autarca adiantou que o município irá intentar uma outra ação, "relativamente à resolução do conselho de ministros".

 

Após este anúncio de Medina, o Governo anunciou que a Carris e o Metropolitano entregaram ao Tribunal Administrativo uma "resolução fundamentada" no interesse público para travar a suspensão dos concursos de subconcessão conseguida pela Câmara de Lisboa.

 

Em comunicado, o gabinete do secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, referiu que "o concurso deixa de estar suspenso e retomará a sua tramitação nos termos previstos na lei e do caderno de encargos".

 

A apresentação da resolução fundamentada pela Carris e pelo Metro trava a suspensão determinada pela apresentação da providência cautelar pelo município, que, no entanto, deve ser objeto de avaliação com brevidade pelo tribunal.

 

Também o Partido Socialista entregou no Tribunal Constitucional, a 06 de abril, um pedido de fiscalização sucessiva da constitucionalidade do diploma do Governo que prevê a concessão dos transportes públicos de Lisboa, Carris e Metro, à operação e exploração por privados.

 

O Governo aprovou a 26 de fevereiro a subconcessão do Metro e da Carris e, em março, foi publicado em Diário da República o anúncio do concurso público internacional, com os candidatos a terem de apresentar as propostas até 14 de maio.

 

 Lusa

  • "Cada drama, cada problema, cada testemunho, impressiona muito"
    1:55
  • Clínica veterinária em Tondela recebeu dezenas de animais feridos nos fogos
    2:57

    País

    Tondela foi um dos municípios mais atingidos pelo incêndio, deixando dezenas de animais feridos e perdidos no concelho. Várias clínicas veterinárias são agora um porto de abrigo e, em alguns casos, um ponto de encontro. Muitos dos animais chegaram recolhidos por voluntários e a maior parte dos casos são animais que, no momento de aflição, foram soltos pelos donos e salvos pelo instituto de sobrevivência.

  • Temperaturas sobem até ao final do mês
    1:09

    País

    O tempo não dá tréguas e, até ao final do mês, as temperaturas vão atingir valores acima do normal para esta época do ano. As temperaturas máximas vão subir entre os 25 e os 32 graus. O risco de incêndio aumenta a partir desta segunda-feira em todo o país e os meios aéreos, viaturas, operacionais e equipas de patrulha vão ser reforçados.

  • Maioria das praias do Algarve já não tem nadador-salvador
    2:19

    País

    A lei não obrigada os concessionários a garantir o serviço e, por isso, a esmagadora maioria das praias do Algarve está sem vigilância desde 30 de setembro. Ainda assim, os areais vão atraindo milhares de banhistas com as temperaturas altas que ainda se fazem sentir. Um nadador-salvador recomenda os banhistas a não nadar e, em dias de ondulação, evitar caminhadas à beira-mar.

  • Parlamento catalão vai responder à ativação do artigo 155
    1:54
  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC

  • Quando o cão de Macron fez chichi no gabinete do Presidente francês
    0:31