sicnot

Perfil

Economia

Santander Totta lucra mais 27,8% para 53,8 milhões de euros no 1º trimestre

O Santander Totta anunciou hoje que aumentou os lucros em 27,8% para os 53,8 milhões de euros no primeiro trimestre, em comparação com igual período do ano passado.

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Andrea Comas / Reuters

O presidente do banco, António Vieira Monteiro, afirmou em conferência de imprensa em Lisboa, que estes lucros só se referem "à atividade doméstica", pelo devem ser comparados com os restantes bancos a atuar em Portugal nesse sentido, isto para exemplificar o crescimento e solidez do Santander Totta.


Em termos de recursos a clientes, estes aumentaram 5,4%, "impulsionados por aumentos de 7,5% e de 2,3% em depósitos e recursos fora do balanço, respetivamente", adianta o comunicado da instituição.


O banco ressalta também um crescimento de 75,2% na produção de crédito à habitação no período de janeiro a março deste ano, quando comparado com o mesmo período de 2014.


A margem financeira cresceu 10,3%, passando dos 129 milhões de euros no primeiro trimestre do ano passado para 143 milhões este ano.


O produto bancário aumentou 9,6% para 227 milhões de euros.


Lusa
  • Fogo em Sabrosa entrou em fase de resolução

    País

    O incêndio que deflagrou terça-feira em Vilela do Douro, Sabrosa, distrito de Vila Real, entrou a meio da manhã de hoje em fase de resolução, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil.

  • Governo garante reforço das verbas para defesa da floresta até ao fim do ano
    2:37

    País

    O Governo rejeitou centenas de candidaturas com projetos para a prevenção de incêndios florestais, por falta de verbas. Perante a situação, o Bloco de Esquerda questionou o Ministério da Agricultura sobre as reprovações. Contudo, contactado pela SIC, o ministro Capoulas Santos garantiu que o programa de desenvolvimento rural está a ser reajustado e, até ao final do ano, está previsto o reforço de verbas.

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.