sicnot

Perfil

Economia

Lucro da NOS cai 8% no 1º trimestre

O lucro da NOS recuou 8% no primeiro trimestre, face a igual período de 2014, para 23,2 milhões de euros, "ainda impactado por efeitos não recorrentes da fusão", anunciou hoje a operadora de telecomunicações.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a NOS, que resultou da fusão da Optimus com a NOS, adianta que o resultado líquido do primeiro trimestre "situou-se em 23,2 milhões de euros, menos dois milhões de euros do que no período homólogo do ano passado, ainda impactado por efeitos não recorrentes da fusão".

"Os 'Outros Custos' de 6,1 milhões de euros no primeiro trimestre de 2015 são relativos a custos não recorrentes, sendo que os montantes relacionados com a fusão representaram 2,6 milhões de euros", refere a operadora no comunicado.

Estes custos relacionados com a fusão "refletem totalmente o pagamento a todos os colaboradores da NOS (com exceção dos membros da comissão executiva) de um bónus extraordinário, não recorrente, em reconhecimento do excecional desempenho de todos no sentido de tornar a fusão num êxito", adianta a operadora.

Em igual período, as receitas de exploração subiram 2%, para 344,1 milhões de euros e as receitas de telecomunicações avançaram 1,3%, para 237,7 milhões de euros.

"O segmento de 'Cinema e Audiovisuais' contribuiu também positivamente, fruto do aumento 28,6% das receitas de exibição cinematográfica face ao período homólogo, para 13,8 milhões de euros", adianta.

As receitas de divisão de Audiovisuais também registaram um incremento de 17,7%" no primeiro trimestre, para 16,7 milhões de euros.

"As receitas foram impulsionadas principalmente pela melhoria na 'Distribuição Cinematográfica' e conteúdos 'premium' de TV", acrescenta a operadora.

O resultado antes de impostos, juros, amortizações e depreciações (EBITDA), incluindo o contributo das empresas associadas e 'joint-ventures' cresceu 0,4% para 135,3 milhões de euros.

"O EBITDA consolidado continuou a registar uma evolução positiva sequencial em todos os trimestres, tendo registado uma quebra de apenas 1,5% para 127,9 milhões de euros" nos primeiros três meses de 2015, refere a NOS. 

O número de subscritores de móvel subiu 13,4% para 3,730 milhões, com adições líquidas de 87,2 mil subscritores no primeiro trimestre, e com uma subida de 123,4 mil clientes no serviço pós-pago, "refletindo a aposta nos produtos convergentes".


Lusa
  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.