sicnot

Perfil

Economia

Tribunal decreta arresto de bens de João Rendeiro no valor de 4,7 M€

O Tribunal da Comarca de Lisboa ordenou o arresto preventivo dos bens de João Rendeiro avaliados em 4,7 milhões de euros. A decisão, segundo o jornal Público, surge depois do ex-presidente do antigo Banco Privado Português ter falhado uma caução de quase 7 milhões de euros.

João Rendeiro, ex-administrador do BPP

João Rendeiro, ex-administrador do BPP

(Lusa/ Arquivo)

A verba destina-se ao pagamento de eventuais indemnizações a investidores da Privado Financeiros, que se dizem lesados pela ação de João Rendeiro, Paulo Guichard e Salvador Fezas Vital, todos ex-executivos do BPP. Os três estão a ser julgados por vários crimes, incluindo burla e falsificação de documentos.

A decisão, com data de 24 de abril, já foi comunicada ao Banco de Portugal.

 

 


  • João Rendeiro defende que erros no caso BES devem ser admitidos
    0:56

    Queda do BES

    O fundador do Banco Privado Português considera que o governador do Banco de Portugal não é o culpado pela situação do BES. Ainda assim, João Rendeiro considera ser impensável colocar o principal responsável do GES em última instância. Rendeiro aproveitou para relembrar o passado do BPP e diz que os culpados devem seguir o exemplo.

  • Antigos responsáveis do BPP contestam coimas do Banco de Portugal
    1:50

    Economia

    João Rendeiro, ex-presidente do BPP, optou por não prestar declarações, na primeira audiência do julgamento, em Santarém. O Tribunal da Supervisão vai decidir se as coimas superiores a 10 milhões de euros, aplicadas pelo Banco de Portugal, em outubro do ano passado, a 10 antigos responsáveis do banco, são ou não para manter.

  • Encontrado corpo de mariscador desaparecido no Barreiro

    País

    O corpo do homem com cerca de 50 anos apareceu esta manhã junto ao Clube Naval do Barreiro, na mesma zona onde tinha desaparecido na noite deste sábado. A informação já foi confirmada à SIC pela Polícia Marítima, que adiantou que o corpo já foi levado para a morgue. O alerta foi dado por volta das 22:30 de ontem pelos companheiros de nacionalidade chinesa que estavam com a vítima na apanha de bivalves na margem sul do Tejo.

  • Mais de duas mil pessoas retiradas do fogo junto ao parque Doñana, no Sul de Espanha

    Mundo

    O incêndio florestal começou ainda na noite deste sábado na aldeia de Las Peñuelas de Moguer, na província de Huelva e obrigou à evacuação de várias localidades e à retirada de mais de duas mil pessoas, de vários alojamentos turísticos (incluindo o Parador de Mazagon, dois parques de campismo e um hotel). Foi ainda ativado o plano de emergência da província.

  • Portugal "precisa avançar no trabalho" para reduzir crédito malparado
    1:36

    Economia

    Bruxelas recomenda e insiste que o Governo português avance no trabalho para resolver o crédito malparado. Em entrevista à SIC e ao Expresso, o vice-Presidente da Comissão para o Euro e Estabilidade Financeira, Valdis Dombrovskis, adianta que Bruxelas está também a preparar um Plano de Ação ao nível europeu.

    Entrevista SIC/Expresso

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.