sicnot

Perfil

Economia

Diretora do Fundo grego de Estabilidade Financeira demitiu-se

A diretora executiva do Fundo grego de Estabilidade Financeira (FHEF), Anastasia Sakelariu, demitiu-se esta sexta-feira do cargo pela presumível associação com o escândalo das dívidas morosas do banco Postbank, que está a ser investigado.

Fontes do Ministério das Finanças grego citadas pela imprensa local asseguraram que a lei exige que "não haja a menor dúvida sobre a honestidade" dos membros do conselho do FHEF, o que no caso de Sakelariu "não se cumpre por estar sob investigação judicial". (Arquivo)

Fontes do Ministério das Finanças grego citadas pela imprensa local asseguraram que a lei exige que "não haja a menor dúvida sobre a honestidade" dos membros do conselho do FHEF, o que no caso de Sakelariu "não se cumpre por estar sob investigação judicial". (Arquivo)

Yorgos Karahalis / AP

O FHEF anunciou a renúncia, que se produziu a pedido do Governo grego, num comunicado que precisou que Sakelariu "não tinha qualquer impedimento legal para continuar no cargo".              

Fontes do Ministério das Finanças grego citadas pela imprensa local asseguraram que a lei exige que "não haja a menor dúvida sobre a honestidade" dos membros do conselho do FHEF, o que no caso de Sakelariu "não se cumpre por estar sob investigação judicial". 

A demissão de Sakelariu deixa o FHEF sem direção, já que o presidente da instituição, Jristos Sklavunis, apresentou a demissão do cargo a 23 de março. 

No princípio de março a diretora executiva do FHEF foi acusada por um grupo de deputados do partido Syriza de ter devolvido "por erro" 1.200 milhões de euros ao Fundo Europeu de Estabilidade Financeira (FEEF).

Sakelariu, que ocupava o cargo de diretora executiva do FHEF desde fevereiro de 2013, foi uma alta responsável do Postbank, um banco público que foi privatizado, na área da avaliação de riscos. 

A investigação sobre o Postbank, declarado insolvente em 2013, iniciou-se em junho deste ano e ficou concluída em janeiro de 2014.

Segundo a Procuradoria-Geral, 25 ex-altos responsáveis do Postbank e 15 destacados empresários devem ser julgados por alegadamente terem causado intencionalmente ao banco perdas no valor de 300 milhões de euros. 
Lusa
  • Madonna diz que América nunca desceu tão baixo
    2:12

    Mundo

    No mundo artístico, foram várias as vozes que se levantaram contra Trump, entre elas Madonna. A cantora disse esta quinta-feira em Nova Iorque, a propósito do dia da tomada de posse, que nunca a América desceu tão baixo. Já o ator Matthew McConaughey - que está em Londres - garantiu que não ia perder a cerimónia pela televisão.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Videoclipe mostra mulheres a fazer tudo o que é proibido na Arábia Saudita
    1:55

    Mundo

    Um grupo de mulheres canta, dança e faz outras coisas proibidas na Arábia Saudita como forma de protesto. O vídeo é uma crítica social à forma como as mulheres islâmicas são tratadas pelos maridos. Na letra constam frases como "Faz com que os homens desapareçam da terra" e "Eles provocam-nos doenças psicológicas". A ideia partiu de um homem, Majed al-Esa e já conta com 5 milhões de visualizações.

    Patrícia Almeida