sicnot

Perfil

Economia

Lucro da Corticeira Amorim sobe mais de 40% e atinge 8,4MEuro no 1º trimestre

O lucro da Corticeira Amorim subiu 41,2% no primeiro trimestre, face a igual período do ano passado, para 8,4 milhões de euros, anunciou hoje a empresa.

amorim.com

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Corticeira Amorim adianta que, nos primeiros três meses do ano, o volume de vendas aumentou 6,3%, para 147,4 milhões de euros.

"Este foi um comportamento para o qual muito contribuiu a Unidade de Negócios (UN) Rolhas, que registou um aumento de vendas superior a 10%", refere a empresa em comunicado, destacando "uma subida de vendas muito significativa na UN Aglomerados Compósitos, de 12,5%".

A Corticeira Amorim acrescenta que "a conjugação do desempeenho da sua mais importante Unidade de Negócios (Rolhas) e de uma desvalorização significativa do euro, que permitiu um efeito positivo dos câmbios, sustentam em grande parte o crescimento da atividade e dos indicadores de resultados neste primeiro trimestre" do ano.

O resultado antes de juros, impostos, amortizações e depreciações (EBITDA) corrente aumentou 43,9%, para 23,8 milhões de euros.

"O bom registo operacional contribuiu para um crescimento significativo ao nível do EBITDA, indicador que, expurgando o efeito da viração cambial, valorizou 17%", adianta.

A Corticeira Amorim refre que, "à semelhança da tendência observada" durante o ano passado, "o primeiro trimestre de 2015 fica também marcado por uma nova melhoria na função financeira, resultante de uma menor dívida e de taxas de juro mais baixas".

  • Elemento dos Super Dragões com medida de coação mais gravosa
    1:37

    Desporto

    Os seis arguidos da Operação Jogo Duplo, que investiga crimes de corrupção e viciação de resultados na II Liga de futebol, saíram em liberdade. A medida de coação mais gravosa é para um membro da claque Super Dragões, que terá de pagar uma caução de 5 mil euros.

  • Mais de 120 pessoas infetadas com hepatite A
    2:23

    País

    O surto de hepatite A já infetou 128 pessoas, 60 das quais estão internadas em hospitais de Lisboa e Coimbra. A Direção-Geral da saúde recomenda a vacinação apenas aos familiares dos doentes. Apesar de não haver ruptura de stocks, há farmácias que não têm vacinas.

  • Sobreviventes de Mossul relatam mutilações e execuções do Daesh
    1:32